RPG no universo de Guilenor
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 A Serviço de Monsenhor

Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
AutorMensagem
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2725
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 19

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: A Serviço de Monsenhor   Seg Dez 28, 2015 11:46 am

Louis partiria de Ardonha para o Ducado de Calais, onde localizava-se a residência de sua família. Na casa-forte ele seria recebido calorosamente por Henryeta e Philipe, que o convidariam para o jantar. Durante a conversa, ele descobriria que Ceril havia desaparecido durante a caçada com todo o seu séquito, composto de oito pessoas, o irmão de Henryeta, dois cavaleiros, um paladino que havia se hospedado na casa, ele próprio e três servos e que haviam se dirigido ao sul. Com isso, Louis daria sugestões para melhorar a segurança da casa, pedindo o contrato de mais sentinelas para o dia e a noite, que a entrada de ninguém armado fosse permitida na casa e que toda comida ou bebida fosse provada à vista de Henryeta e Philipe antes que ser ingerida e se disfarçaria para prosseguir com a investigação.

Ao sul, Louis seria informado por um fazendeiro, após lhe dar uma sacola com 30 coroas de prata, que a esposa dele havia avistado uma comitiva de sete ou oito pessoas ser atacada no bosque, dois haviam sido mortos e os demais levados. Sabendo que estava próximo de seu objetivo, Louis faria um ritual, relembrando suas habilidades de evocação, e evocaria um lobo espiritual. Na clareira, ele veria os cadáveres dos dois cavaleiros e o lobo farejaria as pistas até um complexo de cavernas próximo à mina de ferro ao norte do Mosteiro.

Lá dentro, o olfato do animal permitiria que o caminho certo por entre os canais de esgoto fosse encontrado e Louis conseguiria libertar seu irmão e aqueles que o acompanhavam, depois de lutar contra os guardas da prisão que serviam aos cultistas de Hazeel. Também seria descoberta a identidade do traidor na corte de Kandarin: Roderick Handelmort, Tesoureiro da Coroa e filho de Francis Kurt Handelmort, o homem mais rico de Kandarin. Depois Ceril e Louis enviariam um mensageiro a Calais e partiriam pessoalmente até Ardonha.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2725
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 19

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: A Serviço de Monsenhor   Qua Dez 30, 2015 11:42 am

No castelo de Ardonha, o rei estaria em reunião com sua corte para rever as finanças do reino. Ceril e Louis chegariam acompanhados de seis cavaleiros Carnillean e revelariam a traição de Roderick. Furioso, o rei pediria sua cabeça e uma terrível batalha tomaria conta do salão do trono, causando a morte de sete paladinos e de nove homens dos Handelmort. Jerrod, que estava entre eles, conseguiria fugir no último momento, e Roderick seria decapitado por um paladino.

O último cavaleiro dos Handelmort seria interrogado pelo rei, e através dele se descobriria que tudo era um plano do Lorde Handelmort, que queria esvair os cofres da coroa com falsas dívidas e desvios para voltar o povo contra o rei e depois assassiná-lo e tomar o trono, entregando o sul nas mãos de Hazeel. Thoros ordenaria que a mansão de Francis Kurt Handelmort fosse incendiada e o chão salgado depois disso, permitindo no entanto que se os servos saíssem da casa vivos não fossem mortos pelos paladinos, mas enviados até ele para serem interrogados.

Thoros confiscaria toda a riqueza e propriedades da Casa Handelmort, extinguindo o nome e os títulos. Tudo agora pertenceria à coroa e à Casa Ardignas. Ceril seria nomeado o novo Tesoureiro da Coroa e Halgrive o assistiria, revendo o dinheiro usado nos últimos anos para solver os problemas de Kandarin. Metade do ouro do Lorde Handelmort seria entregue à Casa Carnillean como recompensa, e depois dividido entre Ceril e Louis. Louis seria presenteado com um território ao sul do reino, com extensão de 150.000km², como província independente e devendo vassalagem unicamente ao rei. O título de duque seria dado a Louis.

Ganhos: 100 mil moedas de ouro


Última edição por Sorondil em Ter Jan 05, 2016 7:53 am, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2725
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 19

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: A Serviço de Monsenhor   Qua Dez 30, 2015 10:30 pm

Com seu novo título, Louis nomearia suas terras o Ducado de Reims. Em Ardonha Ocidental ele recrutaria pessoas entre os pobres, convencendo 10 mil deles e suas famílias a se juntarem à sua causa e se mudarem a Reims, para ocupar a região em troca de proteção e comida garantida pelo novo suserano. A numerosa hoste se reuniria em Calais e partiria rumo ao sul, acompanhados de cavaleiros dos Carnillean, suprimentos, dinheiro e recursos, sob a liderança de Anne Valois, esposa de Louis.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2725
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 19

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: A Serviço de Monsenhor   Ter Jan 05, 2016 9:13 pm

Anne Valois, esposa de Louis, pagaria pela construção de novos edifícios em Reims e pela contratação de mais tropas aos soldados Carnillean.

Gastos: 37.300g
Tropas Recrutadas: 20 batalhões de Soldados Carnillean (treinados)
Construções: Cais de Pesca, Mina, Porto, Academia e Mercado (todos para o nível 1)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2725
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 19

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: A Serviço de Monsenhor   Qui Jan 07, 2016 11:15 am

Anne Valois tentaria firmar um tratado comercial com o Grão-Duque Gérard de Yanille, mas ele recusaria. Dias depois, Louis receberia uma carta informando o acontecido, e tentaria firmar um acordo comercial com o Duque Edmund Krugel, de Bruxedos, mas ele também recusaria.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2725
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 19

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: A Serviço de Monsenhor   Sab Jan 09, 2016 11:36 pm

As mortes no Massacre do Porto Khazard causariam grande insatisfação entre a população de Reims. Para driblar a situação, Louis suspenderia os encargos tributários dos plebeus e contrataria um novo batalhão para a guarda civil local.

_________________
Saradomin salve Sua Graça, Louis Guillaume von Carnillean, Rei de Kandarin
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2725
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 19

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: A Serviço de Monsenhor   Dom Jan 10, 2016 7:14 pm

A atividade na criação de animais começaria a ser favorecida no ducado de Amiens, e Louis construiria um campo de pastagem, além de pagar pela reconstrução do porto e construir uma academia. A guarda civil seria duplicada (+1bt) e novas tropas contratadas (+10bts treinados).

Gastos: 18.600g

_________________
Saradomin salve Sua Graça, Louis Guillaume von Carnillean, Rei de Kandarin
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2725
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 19

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: A Serviço de Monsenhor   Seg Jan 11, 2016 8:38 pm

Os antigos vassalos de Khazard nas terras do novo ducado de Amiens que não haviam se curvado perante a autoridade de Kandarin e da Casa Carnillean seriam unificados sob a liderança do autointitulado Capitão-Geral Éogar Eriksen. Eles se reuniriam com tropas no sul do território e desafiariam o novo governante. Louis, que ainda mantinha em Amiens os sobreviventes das tropas trazidas da capital e dos soldados de seus vassalos em Reims, embora já tivesse enviado de volta os yanillenhos, iniciaria os preparativos para detê-los.

Rebeldes

30 batalhões de Guerreiros Rebeldes (1.500 homens, treinados)
10 batalhões de Arqueiros Rebeldes (500 homens, treinados)
20 batalhões de Cavaleiros Rebeldes (500 homens, veteranos)

Lealistas

25 batalhões de Soldados de Reims (625 homens, veteranos)
25 batalhões de Arqueiros de Reims (625 homens, veteranos)
20 batalhões de Arqueiros Paladinos (500 homens, veteranos)
20 batalhões de Cavaleiros Paladinos (200 homens, elite)


Última edição por Sorondil em Sex Jan 22, 2016 8:31 am, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2725
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 19

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: A Serviço de Monsenhor   Ter Jan 19, 2016 9:21 am

Em Amiens, Louis contrataria um especialista em venenos vindo das ilhas de Wushanko. Tendo conhecimento de que beber pequenas doses de venenos, insuficientes para lhe causar danos, poderiam dar imunidade contra eles ao longo do tempo, o duque começaria a praticar essa estranha prevenção em sua casa, aplicando-a também a seu filho e esposa. Ceril e Thoros, com suas famílias, começariam a fazê-lo também, depois de receber cartas da autoria de Louis.

_________________
Saradomin salve Sua Graça, Louis Guillaume von Carnillean, Rei de Kandarin
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2725
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 19

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: A Serviço de Monsenhor   Sex Jan 22, 2016 11:05 am

Louis enviaria seus batedores para tentar descobrir a localização do acampamento rebelde com o objetivo de atacá-lo, mas seus homens retornariam sem as informações necessárias e Éogar aproveitaria a oportunidade para invadir o porto inesperadamente. Uma batalha sangrenta se desenrolaria nas ruas da cidade arruinada e em seus campos circundantes, mas a competente liderança do Carnillean levaria os defensores a uma vitória relativamente fácil. O líder rebelde sobreviveria, mas fugiria, não sendo encontrado nem por Louis nem por ninguém.

Esmagada a rebelião, os Carnillean consolidariam seu poder em Amiens, executando os últimos partidários de Hazeel e Khazard e tomando reféns de todas as outras casas para garantir a lealdade. As tropas da Coroa e os paladinos seriam enviados de volta a Ardonha.

Baixas - Rebeldes

1500 Guerreiros Rebeldes (treinados)
500 Arqueiros Rebeldes (treinados)
500 Cavaleiros Rebeldes (veteranos)

Baixas - Lealistas

250 Soldados de Reims (veteranos)
25 Arqueiros de Reims (veteranos)
100 Cavaleiros Paladinos (elite)

_________________
Saradomin salve Sua Graça, Louis Guillaume von Carnillean, Rei de Kandarin
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2725
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 19

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: A Serviço de Monsenhor   Sex Jan 22, 2016 11:29 am

As pesquisas Burocracia (1) e Organização Militar (2) seriam feitas na academia de Reims e a pesquisa Organização Militar (2) seria feita em Amiens.

_________________
Saradomin salve Sua Graça, Louis Guillaume von Carnillean, Rei de Kandarin
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2725
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 19

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: A Serviço de Monsenhor   Sex Jan 22, 2016 10:57 pm

As experiências de Louis lentamente afastariam-no da doutrina armadyleana, levando o duque a reconsiderar o saradominismo com seriedade. Alguns dias de meditação no santuário de Yanille seriam suficientes para que ele se tornasse adepto da religião de seus ancestrais.

_________________
Saradomin salve Sua Graça, Louis Guillaume von Carnillean, Rei de Kandarin
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2725
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 19

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: A Serviço de Monsenhor   Seg Jan 25, 2016 4:15 pm

A província de Reims realizaria a pesquisa Cultura Efervescente (10), e o duque ordenaria a construção de um teatro em frente à praça principal para entreter o povo. Além disso, o Cais de Pesca, a Mina, o Porto, o Mercado e a Academia seriam melhorados para que suas utilidades fossem potencializadas e melhorassem a economia regional e um Quartel seria construído próximo ao castelo.

-20 pontos de pesquisa
-76.000g
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2725
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 19

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: A Serviço de Monsenhor   Seg Jan 25, 2016 4:31 pm

A província de Amiens melhoraria sua academia, porto e os campos de pastagem, todos para o nível 3, além de realizar a pesquisa Povo de Fé (1) e construir uma Igreja dedicada à Saradomin na aldeia.

-20 pontos de pesquisa
-76.000g

_________________
Saradomin salve Sua Graça, Louis Guillaume von Carnillean, Rei de Kandarin
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2725
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 19

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: A Serviço de Monsenhor   Seg Jan 25, 2016 4:41 pm

Ciente de que a fé zamorakiana ainda presente na população de Amiens lhe causaria sérios problemas, Louis faria um pedido à Igreja de Ardonha para que emissários fossem enviados com o objetivo de converter seus súditos. A primeira missão não geraria grandes frutos, e apenas 3,75% da população total seria convertida.

-30.000g
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2725
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 19

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: A Serviço de Monsenhor   Dom Jan 31, 2016 11:40 am

Em Reims o crescimento populacional alcançaria o altíssimo nível de 8% logo no primeiro ano de ocupação do Ducado, já em Amiens a chegada de migrantes e natalidade local seria suficiente apenas para manter o equilíbrio entre os que deixaram a região e os que morreram.

_________________
Saradomin salve Sua Graça, Louis Guillaume von Carnillean, Rei de Kandarin
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2725
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 19

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: A Serviço de Monsenhor   Ter Fev 02, 2016 10:04 am

Com a decisão do rei, Louis enviaria uma carta à esposa através de uma ave mensageira, pedindo que ela viesse até Ardonha, onde deveria prestar seus juramentos e receber a herança de sua família. Anne Valois atenderia imediatamente ao pedido do esposo, apesar de estar na fase final de sua gravidez. O Castelão Barahir seria deixado na regência de Reims, e Gaston viria com Anne. Sua comitiva passaria por Amiens, onde brevemente ajudariam Hector Carnillean, o primo de Louis que fora deixado na regência do ducado, em questões internas e continuariam com sua viagem à capital. No caminho, porém, para a surpresa de todos, Anne Valois entraria em trabalho de parto e daria a luz a trigêmeos, dois meninos e uma menina. O restante da jornada seria tranquilo, e nada aconteceria aos bebês ou à comitiva, mas Anne começaria a mostrar sinais de grande exaustão, e adoeceria poucos dias antes de chegar à capital.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2725
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 19

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: A Serviço de Monsenhor   Ter Fev 02, 2016 10:27 am

A colheita de Reims seria desastrosa, a fome se alastraria rapidamente pela província, e uma crescente insatisfação com o governo de Louis e seus partidários surgiria em Reims e Amiens, embora nesta última a situação fosse menos crítica. Sem outra alternativa, o castelão Barahir veria-se obrigado a gastar a quantia de 80.340 moedas de ouro dos cofres públicos para comprar comida dos celeiros de Yanille.

_________________
Saradomin salve Sua Graça, Louis Guillaume von Carnillean, Rei de Kandarin
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2725
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 19

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: A Serviço de Monsenhor   Ter Fev 02, 2016 10:35 am

As pesquisas Governante Popular (4) e Diplomacia (6) seriam realizadas em Reims, e Governante Popular (4), Cultura Efervescente (10) e Burocracia (1) em Amiens.

_________________
Saradomin salve Sua Graça, Louis Guillaume von Carnillean, Rei de Kandarin
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2725
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 19

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: A Serviço de Monsenhor   Ter Fev 02, 2016 11:06 am

O castelão Barahir e Hector Carnillean pediriam permissão a Louis para realizar festivais em Reims e Amiens, e desta forma aliviar a tensão sobre as populações locais e diminuir a insatisfação popular contra o governo do duque. A autorização seria dada, e belos festivais de vários dias seriam realizados em ambos os ducados, fazendo crescer a estima do duque entre o povo.

Gastos: 30.000g nas duas províncias
Ganhos: +7,5 de satisfação em Reims e +30 de satisfação em Amiens

_________________
Saradomin salve Sua Graça, Louis Guillaume von Carnillean, Rei de Kandarin
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2725
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 19

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: A Serviço de Monsenhor   Ter Fev 02, 2016 11:40 am

Ciente das dificuldades financeiras e o barril de pólvora que Amiens poderia tornar-se no futuro, Louis procuraria compradores que pagassem um bom preço por sua mansão em Calais e por parte das jóias que ele e a esposa possuíam, mas conseguiria apenas a soma de 25 mil moedas por tudo. O dinheiro seria enviado a Amiens, onde os missionários usariam-no na conversão da população local. Mais 5,5% da população se tornaria adepta do saradominismo.

Gastos: 30.000g

_________________
Saradomin salve Sua Graça, Louis Guillaume von Carnillean, Rei de Kandarin
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2725
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 19

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: A Serviço de Monsenhor   Qua Fev 03, 2016 8:19 pm

Ainda em viagem com a comitiva do Rei Thoros, Louis iniciaria um longo trabalho na formulação da Magna Carta Ducal, cujas leis planejava aplicar em Reims, Amiens e também Catherby, quando sua esposa assumisse o governo. Entre outras coisas, o texto previa:

  • A criação do Alto Conselho em cada ducado, que possuiria vinte e uma cadeiras. Cinco dedicadas ao alto clero regional, cinco à alta nobreza, isto é, aos marqueses e condes, cinco aos burgueses e mestres do ofício nas aldeias e cidades, cinco ao campesinato e a última ao próprio duque ou a seu regente. Este conselho governaria com plenos poderes, regenciais, na ausência ou incapacidade do duque e seria responsável pela escolha de um novo duque em caso de morte sem herdeiros diretos ou um conflito entre herdeiros, além de ser reunido mensalmente para a resolução de questões provinciais;
  • O estabelecimento dos limites do poder do Alto Conselho, que não poderia anular as decisões duque, depô-lo ou alterar quaisquer leis sem sua autorização, salvo, neste último caso, na ausência ou incapacidade deste;
  • O estabelecimento dos poderes do duque sobre o Alto Conselho, que não poderia anulá-lo em definitivo, salvo em caso de guerra, mas poderia destituir todos os membros e convocar novos;
  • A exclusividade de alteração, anulação e reformulação da Magna Carta Ducal ao duque e ao seu regente;
  • O estabelecimento da vigência de unidades de peso e medida, taxas e valores tabelados unificados para a totalidade dos territórios dos ducados, a fim de facilitar a atividade comercial e controlar a balança para que fosse favorável às economias locais;
  • O veto ao lecionamento de professores não diplomados em instituições aprovadas pelo Alto Conselho nas províncias;
  • A obrigatoriedade da aprovação do Alto Conselho para que novos bispos e arcebispos assumissem seus episcopados. Um dos critérios da avaliação seria a instrução teológica do clérigo e suas propostas à ação dos missionários para a conversão dos pagãos;
  • A instituição das reuniões anuais da Corte Geral, composta por todos os nobres detentores de terras dentro dos ducados, nas quais a nobreza deveria reafirmar seus votos de lealdade e discutir sobre questões gerais da província;
  • A entrega do comando supremo de todas as tropas dos ducados aos seus respectivos duques e a proibição da formação de exércitos pessoais pelos nobres. A cada feudo seria enviado um homem consagrado cavaleiro pelo duque, e este seria responsável por reunir jovens para prestar o serviço militar. O treinamento seria realizado no próprio feudo, às custas do senhor local, todos os anos durante uma estação. Aos feudos maiores e mais populosos seriam enviados mais cavaleiros, consagrados pelo duque ou escolhidos pelo cavaleiro responsável da localidade. Os nobres estariam isentos de pagar impostos durante a estação de treinamentos;
  • A criação de um aparato burocrático para o funcionamento de todas as instâncias do poder local;
  • A nomeação e o envio de fiscais a todos os feudos dos ducados, para garantir que os encargos tributárias da nobreza e da plebe fossem pagos;
  • A criação de regras para o funcionamento das casas de ofício, ou guildas, nos territórios das províncias;
  • A instituição da fiscalização e taxação alfandegária e do selo de qualidade para os produtos vindos de outras províncias do reino e de regiões estrangeiras;
  • A obrigatoriedade do envio do primeiro herdeiro dos nobres vassalos à Corte Ducal e sua permanência nesta durante pelo menos 5 anos;
  • A definição das regras gerais de sucessão, válidas tanto às famílias ducais quanto às vassalas. A preferência será dada aos descendentes diretos e capazes do duque em exercício, sejam varões ou não, na ausência destes, aos irmãos do duque e, nessa ordem, aos sobrinhos, aos tios e aos primos. Dentro da norma, a ordem de nascimento deverá ser observada e o sucessor deve ter um ancestral em comum com o duque atual de no mínimo duas gerações anteriores;
  • A proibição de qualquer atividade escravagista nas províncias, salvo nas prisões ou, por decisão do duque, em casos de guerra nos quais inimigos sejam feitos cativos;

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2725
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 19

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: A Serviço de Monsenhor   Qui Fev 04, 2016 12:07 am

Em Ardonha, Anne Valois seria hospedada na Corte, onde cuidariam de seus trigêmeos e Ceril procuraria médicos e curandeiros para tratá-la. A chegada de Louis daria um novo ânimo à nobre mulher, que teria forças para participar do batismo de seus filhos, Charles Guillaume, Alain Auguste e Marie Louise, as crianças Carnillean e Valois, e ser investida da posse do ducado de Catherby, renomeado como Troyes, por sugestão do esposo. Louis dedicaria incansavelmente seu tempo à melhora do estado de saúde da esposa, pois esperava retornar ao sul com ela e os bebês antes do fim do inverno e viajar até Troyes (Catherby) logo no início da primavera.

_________________
Saradomin salve Sua Graça, Louis Guillaume von Carnillean, Rei de Kandarin
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2725
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 19

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: A Serviço de Monsenhor   Qui Fev 04, 2016 12:50 am

Louis e Anne apresentariam seus representantes no senado, Jean-Baptiste de Beau-Château, por Reims, Jacques de Poissonville, por Amiens, e George Rougebois, por Troyes. Eles se aliariam rapidamente aos lealistas e buscariam formar laços com vários grupos de senadores para atender aos interesses de suas regiões.

_________________
Saradomin salve Sua Graça, Louis Guillaume von Carnillean, Rei de Kandarin
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2725
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 19

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: A Serviço de Monsenhor   Qui Fev 04, 2016 9:12 am

O estado de saúde de Anne melhoraria bastante com a ação de bons médicos. A repentina melhora mudaria os planos de Louis, que viajaria imediatamente a Troyes (Catherby) com a esposa e seus filhos, para organizar o governo da província e aplicar as novas leis.

_________________
Saradomin salve Sua Graça, Louis Guillaume von Carnillean, Rei de Kandarin
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A Serviço de Monsenhor   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A Serviço de Monsenhor
Voltar ao Topo 
Página 1 de 5Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Para onde vou?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Reinos de Guilenor :: Saga 1 - Guilenor :: Interpretações-
Ir para: