RPG no universo de Guilenor
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Novo Tópico   Responder ao tópicoCompartilhe | 
 

 Um Princípe Exilado

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Diógenes
Lorde
Lorde
avatar

Mensagens : 275
Data de inscrição : 05/05/2015
Localização : Infernus

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Um Princípe Exilado   Dom Mar 13, 2016 12:05 pm

Depois de se estabelecer na fronteira norte de Asgarnia, Cyrus começa a procurar aliados. Enviando informantes em busca de informações, ele logo fica sabendo da política anti-asgarniana e da guerra civil em Kandarin, o que o incentiva a enviar uma carta ao Eiserne Kanzler.
Após um bom tempo de troca de cartas, Terrance e Cyrus fecham acordos informais de mútuo apoio após a guerra de Kandarin. Cyrus se compromete a dar apoio tático à causa do Reich enquanto esta não acaba, recebendo como garantia o apoio militar de Kandarin após ela.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Diógenes
Lorde
Lorde
avatar

Mensagens : 275
Data de inscrição : 05/05/2015
Localização : Infernus

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Um Princípe Exilado   Sab Abr 23, 2016 3:57 pm

Cyrus iria em busca de Nora T. Hagg, sua prima exilada, planejando se aliar a ela. Ele conseguiria, após receber uma visão do futuro, a partir das artes negras.
Alguns dias depois, o princípe partiria em busca de ainda mais afiliados. Sabendo dos druidas do caos residindo nas masmorras de Taverley, ele e sua escolta os encontrariam, após enfrentarem uma horda de zumbis. Ikadia perceberia que Cyrus havia visitado o mundo dos sonhos na visão, e se juntaria a ele, após consultar de alguma forma seu altar.

_________________
“We shall arise. We shall consume. You shall be subjugated, or be destroyed. The Dominion has come to light, and shall block out the sun that shines over your universe. The shadow that will be cast over your souls shall be that of death. All you can do is watch your world crumble. Resistance is indeed unsubstantial. You may not fear us... But that will be your fatal flaw. What will you do when we stand to eclipse your 'might'? We will rest assure that there shall be no place to hide... No stone not turned.

Tur'ina'iad a'eldgar kal'tor thr'ranach. We declare war.”
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Diógenes
Lorde
Lorde
avatar

Mensagens : 275
Data de inscrição : 05/05/2015
Localização : Infernus

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Um Princípe Exilado   Seg Abr 25, 2016 1:17 pm

Enquanto estava em seu escritório, Cyrus receberia uma carta o convidando para um banquete nas terras de um marquês asgarniano, próximo ao Pico do Lobo Branco.
Lá, ele conheceria o Conde Dalinor Arvos de Draynor. De alguma forma, o conde saberia de suas pretensões ao trono asgarniano e declararia seu apoio a ele. Ele mostraria a Cyrus sua prima, Miazqra, que havia vindo ao banquete. Ela estaria interessada em um bardo.
Dalinor o informaria de que aquele bardo era um de seus espiões, e que essa noite, Miazqra sofreria um "acidente" provocado pelo homem.
E assim foi feito. Á noite, no jardim do Marquês, seriam encontrados três corpos: O do bardo, o de um elfo e o da princesa. Aproveitando-se da situação, Cyrus poria a culpa do assassinato no elfo, alegando que o bardo tentou protege-la, mas faleceu por conta disso.
A escalada ao rochedo da espada de Raddalin havia começado.

_________________
“We shall arise. We shall consume. You shall be subjugated, or be destroyed. The Dominion has come to light, and shall block out the sun that shines over your universe. The shadow that will be cast over your souls shall be that of death. All you can do is watch your world crumble. Resistance is indeed unsubstantial. You may not fear us... But that will be your fatal flaw. What will you do when we stand to eclipse your 'might'? We will rest assure that there shall be no place to hide... No stone not turned.

Tur'ina'iad a'eldgar kal'tor thr'ranach. We declare war.”
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Diógenes
Lorde
Lorde
avatar

Mensagens : 275
Data de inscrição : 05/05/2015
Localização : Infernus

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Um Princípe Exilado   Seg Abr 25, 2016 1:23 pm

Com a sua subida ao trono se iniciando, Cyrus decidiria iniciar uma busca aos outros pretendentes. Ele saberia exatamente por onde começar.
Pedindo uma audiência com o Príncipe Anlaf, ele exporia uma proposta de fundar um Protetorado para defender Asgarnia das ameaças de agora e de por vir. O príncipe aceitaria, porém o advertiria de que o financiamento não seria feito pela coroa, aconselhando-o a encontrar nobres ou burgueses que poderiam ajuda-lo.
Com isso, Cyrus ordenaria a seus servos que espalhassem por todo o reino cartazes de procurado do mesmo Necromante que havia visto em sua visão, em seguida enviando corvos para vigiarem cada recanto do reino. Nada que ocorresse no reino deveria escapar de sua vista, nem sequer um passo dos plebeus, pois agora, cada fato era crucial para a escalada. E Cyrus precisava se manter no trono.

_________________
“We shall arise. We shall consume. You shall be subjugated, or be destroyed. The Dominion has come to light, and shall block out the sun that shines over your universe. The shadow that will be cast over your souls shall be that of death. All you can do is watch your world crumble. Resistance is indeed unsubstantial. You may not fear us... But that will be your fatal flaw. What will you do when we stand to eclipse your 'might'? We will rest assure that there shall be no place to hide... No stone not turned.

Tur'ina'iad a'eldgar kal'tor thr'ranach. We declare war.”
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Diógenes
Lorde
Lorde
avatar

Mensagens : 275
Data de inscrição : 05/05/2015
Localização : Infernus

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Um Princípe Exilado   Qui Maio 05, 2016 8:22 pm

Novos aliados seriam postos a mira de Cyrus. Ele, com uma caravana, iria até a Torre dos Magos Negros, planejando negociar com os mesmos em troca de uma aliança.
Com preços custosos, ele conseguiria o apoio dos magos. Com a ideia de fazer com que o povo acredite que ele exterminou-os, prisioneiros seriam vestidos com os trajes dos magos e postos dentro da torre. Ela seria incendiada pelos ocultistas selvagens.
Porém, alguns oficiais dos Cavaleiros Brancos e nobres duvidariam da verdade das ações do Protetorado de Asgarnia, embora Cyrus conseguisse a lealdade de seus magos.

_________________
“We shall arise. We shall consume. You shall be subjugated, or be destroyed. The Dominion has come to light, and shall block out the sun that shines over your universe. The shadow that will be cast over your souls shall be that of death. All you can do is watch your world crumble. Resistance is indeed unsubstantial. You may not fear us... But that will be your fatal flaw. What will you do when we stand to eclipse your 'might'? We will rest assure that there shall be no place to hide... No stone not turned.

Tur'ina'iad a'eldgar kal'tor thr'ranach. We declare war.”
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Diógenes
Lorde
Lorde
avatar

Mensagens : 275
Data de inscrição : 05/05/2015
Localização : Infernus

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Um Princípe Exilado   Dom Jun 05, 2016 5:53 pm

Após pesquisar mais e mais sobre as árvores de Karamja, o Príncipe Cyrus começaria a orquestrar as ações que levariam ao início do caos em Asgarnia.
Ele enviaria um agente até um dos fornecedores da coroa, um karamji chamado Tupac Amaru. O agente compraria a madeira que envenenaria Vallance com sucesso, e a entregaria para um dos servos do palácio.
A madeira seria colocada na lareira do escritório do rei, e com as chamas incendiando-a, a fumaça faria seu efeito no velho rei. Ele não morreria, porém cairia em um estágio vegetativo, cego e debilitado, com dificuldade nas palavas. Sua enfermidade súbita atrairia a atenção dos Cavaleiros do Templo.
Em seguida, homens vestindo máscaras de corvo, chapéus de classe, roupas negras e capas de penas de corvo seriam enviados pelo príncipe para queimar o arquivo, assassinando o servo e Tupac. O servo seria ferido, mas não morto, e Tupac escaparia dos assassinos. O fornecedor seria preso pelos Cavaleiros pelo seu envolvimento, mas a falta de provas o libertaria, fazendo que o homem fornecesse as características do homem que comprou sua madeira e sobre seus assassinos.
O primeiro passo para que a guerra exploda no reino havia sido dado. Ventos imprevisíveis e terríveis agora correm por Asgarnia.

_________________
“We shall arise. We shall consume. You shall be subjugated, or be destroyed. The Dominion has come to light, and shall block out the sun that shines over your universe. The shadow that will be cast over your souls shall be that of death. All you can do is watch your world crumble. Resistance is indeed unsubstantial. You may not fear us... But that will be your fatal flaw. What will you do when we stand to eclipse your 'might'? We will rest assure that there shall be no place to hide... No stone not turned.

Tur'ina'iad a'eldgar kal'tor thr'ranach. We declare war.”
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Diógenes
Lorde
Lorde
avatar

Mensagens : 275
Data de inscrição : 05/05/2015
Localização : Infernus

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Um Princípe Exilado   Qua Jul 06, 2016 2:59 pm

Algum tempo depois de sem saber porque ou como, ser levado misteriosamente para o Plano Espiritual, Cyrus e seus homens conseguiriam sair do local.
Ele se estabeleceria em uma fortaleza maior e melhor: O Castelo Abandonado dos Párias.

_________________
“We shall arise. We shall consume. You shall be subjugated, or be destroyed. The Dominion has come to light, and shall block out the sun that shines over your universe. The shadow that will be cast over your souls shall be that of death. All you can do is watch your world crumble. Resistance is indeed unsubstantial. You may not fear us... But that will be your fatal flaw. What will you do when we stand to eclipse your 'might'? We will rest assure that there shall be no place to hide... No stone not turned.

Tur'ina'iad a'eldgar kal'tor thr'ranach. We declare war.”


Última edição por Delrus Alyaroth em Qua Jul 06, 2016 6:47 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Diógenes
Lorde
Lorde
avatar

Mensagens : 275
Data de inscrição : 05/05/2015
Localização : Infernus

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Um Princípe Exilado   Qua Jul 06, 2016 5:43 pm

O príncipe Cyrus despertaria em uma manhã agitada. Uma tropa de párias e de demônios havia surgido do nada em suas terras, e agora cercavam o seu castelo, e o líder deseja conversar.
Eles se encontrariam face a face no pátio da fortaleza. Aquele com quem falava seria o Alto Legionário Azth'Rakar Tsutsaroth, Flagelo de Infernus, Senhor da Legião Ardente, Carrasco do Martelo de Zaros e Imolador de Templos.
Os dois discutiriam os termos de uma aliança. No fim, a condição imposta por Cyrus seria o apoio da Legião na tomada de Asgarnia e a concessão da posse do Castelo dos Párias. O Alto Legionário concordaria, e deixaria sob sua tutela as terras ao redor do castelo no mundo da superfície.

_________________
“We shall arise. We shall consume. You shall be subjugated, or be destroyed. The Dominion has come to light, and shall block out the sun that shines over your universe. The shadow that will be cast over your souls shall be that of death. All you can do is watch your world crumble. Resistance is indeed unsubstantial. You may not fear us... But that will be your fatal flaw. What will you do when we stand to eclipse your 'might'? We will rest assure that there shall be no place to hide... No stone not turned.

Tur'ina'iad a'eldgar kal'tor thr'ranach. We declare war.”
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Diógenes
Lorde
Lorde
avatar

Mensagens : 275
Data de inscrição : 05/05/2015
Localização : Infernus

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Um Princípe Exilado   Sex Jan 06, 2017 12:34 pm

Após inúmeras tentativas falhas e vários "espécimes" sequestrados, os druidas de Cyrus finalmente conseguiriam tornar um homem capturado pelos guerreiros negros em uma cópia semiperfeita do príncipe, mas com memórias alteradas de um modo... Peculiar.
O homem seria despachado para Asgarnia, onde supostamente iria se encontrar com vários simpatizantes de Cyrus, sob o pretexto de conspirar contra o governo do Rei Henri.

_________________
“We shall arise. We shall consume. You shall be subjugated, or be destroyed. The Dominion has come to light, and shall block out the sun that shines over your universe. The shadow that will be cast over your souls shall be that of death. All you can do is watch your world crumble. Resistance is indeed unsubstantial. You may not fear us... But that will be your fatal flaw. What will you do when we stand to eclipse your 'might'? We will rest assure that there shall be no place to hide... No stone not turned.

Tur'ina'iad a'eldgar kal'tor thr'ranach. We declare war.”
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Diógenes
Lorde
Lorde
avatar

Mensagens : 275
Data de inscrição : 05/05/2015
Localização : Infernus

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Um Princípe Exilado   Qui Jan 19, 2017 4:30 pm

O plano de Cyrus para retornar á Asgarnia seria posto em prática, rápida e eficientemente. O sósia seria capturado com sucesso pelos Cavaleiros do Templo. A interrogação decorreria exatamente como planejado, e o príncipe seria resgatado de seu suposto cativeiro.
Retornado a Henri, o rei daria a seu tio uma missão. Ekhaya deveria ser enfraquecida, e o território "usurpado" por Tai Naara retornado a seus verdadeiros donos, Asgarnia. Cyrus aceitaria com louvor, proclamando que "repararia os danos que o farsante causara."
Na ida para Ekhaya, o príncipe passaria por certos rituais envolvendo hemomancia. Um ritual para aumentar sua vida, e seu tempo para tomar o que é seu por direito. O trono do reino que o renegou.

_________________
“We shall arise. We shall consume. You shall be subjugated, or be destroyed. The Dominion has come to light, and shall block out the sun that shines over your universe. The shadow that will be cast over your souls shall be that of death. All you can do is watch your world crumble. Resistance is indeed unsubstantial. You may not fear us... But that will be your fatal flaw. What will you do when we stand to eclipse your 'might'? We will rest assure that there shall be no place to hide... No stone not turned.

Tur'ina'iad a'eldgar kal'tor thr'ranach. We declare war.”
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Um Princípe Exilado   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Um Princípe Exilado
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» O Cavaleiro Exilado

Permissão deste fórum:Você pode responder aos tópicos neste fórum
Reinos de Guilenor :: Saga 1 - Guilenor :: Interpretações-
Novo Tópico   Responder ao tópicoIr para: