RPG no universo de Guilenor
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Novo Tópico   Responder ao tópicoCompartilhe | 
 

 Evolução Através do Caos

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Pedro
Lorde
Lorde


Mensagens : 825
Data de inscrição : 17/05/2015
Idade : 17

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Evolução Através do Caos   Qui Abr 28, 2016 5:26 pm

OBS: A primeira parte se passa em flashback.

Na fortaleza dos Kinshra, o cavaleiro Benett, junto com um dos cavaleiro-sargentos da ordem, assim como uma assassina zamorakiana, receberiam a missão de eliminar o duque de Rimmington e sua família, para adquirirem uma oportunidade de fazer com que sua influência em Asgarnia cresça. Chegando lá, quando a operação é colocada em ação, nada sai como esperado, por conta da traição do informante dos kinshra, que acaba por alertar o duque. Apesar de tudo, Jean - mesmo que hesitante - elimina todos os filhos do duque pessoalmente, enquanto o sargento é ocupado pelo próprio. A operação acaba dando certo, mesmo com os problemas, graças à chegada da assassina no momento exato, matando o duque e abrindo caminho para os kinshra evacuarem a mansão. Após o retorno à fortaleza, Jean é promovido a sargento, e recebe sua própria divisão de kinshra.

Alguns meses depois, este mesmo recebe uma missão para estabelecer contato com uma legião demoníaca no extremo norte da Terra Selvagem, e estabelecer um posto de controle usando como base um acampamento de um bando de guerra bandosiano nos arredores do local alvo, as ordens vindo do cavaleiro-capitão. Chegando no local, apesar de algumas baixas, todos os bandosianos são eliminados, mas Jean acaba por passar como um tanto covarde, lutando contra o líder dos mesmos, Cark, ao lado de dois de seus homens - de fato, ele apenas vence a luta por conta destes dois, o que resulta em cada um deles recebendo um dos machados deste, de Jean -. Após isso, os kinshra se estabelecem no acampamento, tendo comida para durarem meses lá. Jean enviaria boa parte dos espólios, assim como o equipamento aproveitável dos kinshra mortos na batalha, de volta para a fortaleza, pedindo por apoio de mais alguns homens e mais comida, junto de algum material para começarem a fortificar o local, que poderia se tornar um ponto importante caso o contato com os demônios seja favorável. Ele também dividiria o ouro encontrado em dois, enviando metade para a fortaleza e dividindo igualmente a outra metade entre seus homens. Isso, apesar de não ser o que se passava na cabeça dele, ameniza um pouco da desconfiança que eles haviam adquirido quanto a ele.


Última edição por Lucis em Sex Jul 01, 2016 3:18 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro
Lorde
Lorde


Mensagens : 825
Data de inscrição : 17/05/2015
Idade : 17

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Evolução Através do Caos   Qui Abr 28, 2016 8:29 pm

Após algum tempo, tudo o que Jean havia requisitado chegaria, assim como um clérigo de Zamorak para agir como diplomata com os demônios. Logo, eles partiriam para onde a legião deveria estar. Após um longo e lerdo debate com o general demoníaco Azth'Rakar, eles acabariam concordando com uma aliança, desde que os kinshra fornecessem materiais e escravos para que a legião pudesse construir uma cidadela na Terra Selvagem. Após isso, Jean retornaria ao entreposto, e o clérigo de volta à fortaleza kinshra.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas
Fair King
Fair King
avatar

Mensagens : 2404
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 22
Localização : No Sul

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Evolução Através do Caos   Qui Abr 28, 2016 8:38 pm

O Clérigo Joshua relataria ao Cavaleiro-Capitão o quase suicídio que teria sido a Reunião, por causa de argumentos mal elaborados e semi-ofensas desnecessárias do Cavaleiro-Sargento Jean-Charles Benett, porém, este teria cumprido a sua tarefa. Como "recompensa" pela tarefa, Jean ficaria encarregado do Entreposto na Terra Selvagem e receberia o comando de todos os soldados que fariam a guarda do local, como também, a sua divisão.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas
Fair King
Fair King
avatar

Mensagens : 2404
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 22
Localização : No Sul

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Evolução Através do Caos   Qui Maio 12, 2016 3:31 pm

Estabelecido em seu assentamento e com o passar do Inverno, Jean receberia a informação de que seria enviado em uma missão em Karamja, para estabelecer contato com os eventos na região e também permanecer observando os movimentos da Legião Ardente. O entreposto seria posto como um território pertencente a Ordem dos Cavaleiros Negros e o Cavaleiro-Sargento Jean-Charles, porém durante a missão, o território ficaria sobre o comando de outro oficial.

Em Brimhavem e junto de um segundo contingente de Kinshras que trabalharia com Jean, eles dividiriam suas tarefas: Jean iria observar as Colônias Armadyleanas enquanto o outro Sargento iria observar as regiões das ex-Colônias Asgarnianas, aonde teriam rebeldes ao governo do Tai Naara.

Jean partiria a Küste, centro do comando Ikoviano em Karamja e estabeleceria uma rede de contatos e subornos na região, para conseguir informação. Ele falharia miseravelmente, os nobres, burgueses, colonos e nativos da região estariam prosperando demais para arriscar tudo com traições. Com essa falha e também a do outro Cavaleiro-Sargento, eles partiriam para a ação com o pouco que teriam.

Eles conseguiriam se reunir com diversos Líderes de Guerra, tanto do lado do Naara quanto dos Rebeldes, para estabelecer informantes e formar pequenas alianças e contatos, conseguindo isso na maior parte dos casos. Então, Jean voltaria a Fortaleza dos Cavaleiros Negros e relataria tudo ao Cavaleiro-Capitão, que ficaria satisfeito com os resultados.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas
Fair King
Fair King
avatar

Mensagens : 2404
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 22
Localização : No Sul

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Evolução Através do Caos   Sex Maio 13, 2016 2:49 pm

De volta ao seu território, Jean receberia promoção para Cavaleiro-Tenente devido a sua posição como responsável do entreposto. Em seguida, ele seria convocado a uma reunião aonde seus conselheiros dariam opiniões diferentes sobre como lidar com um Vampiro ao leste que estaria reunindo forças e dinheiro.

Jean viajaria até o Forte Longreach, morada do tal vampiro, aonde teria uma longa e relativamente amigável reunião Simon Mercer, o tal vampiro. Após a reunião, ele se decidiria a não tomar nenhuma ação em relação ao Forte, e entregando a mensagem que Simon teria sugerido aos seus superiores.

Nos dias seguintes, já em seu entreposto, Jean receberia o comunicado que a Fortaleza iria comercializar com o Forte Longreach materiais produzidos no entreposto assim que suas finanças fossem estabelecidas, porém, Jean teria que ficar de olho no vampiro.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas
Fair King
Fair King
avatar

Mensagens : 2404
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 22
Localização : No Sul

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Evolução Através do Caos   Sab Maio 14, 2016 9:19 pm

Pensativo sobre o que Simon teria dito a ele durante a última reunião, Jean iria sozinho até a Fortaleza dos Cavaleiros Negros para se oferecer a ajudar o Cavaleiro-Capitão em qualquer tarefa que ele esteja fazendo.

Ao chegar na Fortaleza, Jean se depararia com o Cavaleiro-Capitão reunindo os seus melhores soldados, em torno de 500 homens, para a sua próxima operação. Ela teria sido levantada de último momento após o Capitão ter recebido os relatórios de seu oficial inferior, Jean, porém, sem ter passado estes relatórios ao seu superior, o Cavaleiro-Comandante. O Capitão explicaria suas motivações e então diria que iria atacar o Forte Longreach e que a aliança com Simon nunca teria sido levada a público pelo fato do relatório não ter chegado ao Comandante.

Com isso, Jean partiria as pressas até o seu entreposto e botaria suas tropas a marchar em direção ao Forte Longreach, ele, iria pessoalmente a frente. No Forte, ele teria uma reunião com Simon, que já estaria se preparando para uma defesa de cerco e então os dois discutiriam sobre assuntos relacionados as ações do Capitão. Então Jean daria uma opinião de planejamento e Simon em seguida aperfeiçoaria, colocando o plano imediatamente em ação.

Simon capturaria Jean e o levaria a uma das torres do forte no momento que as tropas do mesmo chegassem, fazendo então Jean dar ordens para seus homens se renderem, o que aconteceria, em seguida, os homens de Simon colocaria todos nas masmorras. Quando o Cavaleiro-Capitão chegasse, Simon teria posto a bandeira dos Kinshras em todas as torres do forte, e então, Jean apareceria em uma destas carregando a bandeira dos Kinshras e convocando as tropas para adentrarem o forte, os oficiais menores liderando as linhas de frente imediatamente começariam a marchar despreocupados, apenas o Capitão ficaria para trás junto da cavalaria, desconfiado. No momento que se aproximassem mais do Forte, as tropas defensores apareceriam nos portões e os arqueiros nos muros, fazendo chover flechas nos Kinshras despreocupados e em seguida engajando-os em combate, com milicias armadas saindo de trás dos mesmos de casas e barracas que teriam em volta do forte, porém, o Capitão lideraria a cavalaria em uma carga por trás das milicias, deixando o combate em uma situação estagnada. Nesse momento, Simon ordenaria a um de seus soldados na torre para levar Jean as masmorras, e ele imediatamente usaria de suas habilidades especiais para canalizar a sua força derivado do consumo de sangue em suas pernas ao invés de seus braços, com isso, ele saltaria em da torre em direção a divisão de Cavalaria Kinshra, caindo em um enorme choque de força contra os mesmos e derrubando dos cavalos um número significante de cavaleiros, ele não se feriria nesta ação graças a forma que ele canalizou as forças para suas pernas, na queda, ele cairia sobre o Capitão e o partiria em dois com a sua espada, assassinando-o. Com o seu oficial morto, uma parte dos Kinshras começaria a correr as colinas, o restante mantendo o combate. Após uma longa e árdua batalha e com altas baixas, os defensores venceriam.

Jean seria levado novamente ao Salão do forte para ter uma conversa com Simon e então eles fingiriam um empasse, aonde Jean teria atacado um Simon enfraquecido e negociado termos de paz com o mesmo, acabando com o conflito "injustamente e desnecessariamente" iniciado pelo Cavaleiro-Capitão, sem baixas da divisão de Jean e ainda assegurando um aliado na Terra Selvagem. Jean quando entregasse o relatório ao porta-voz do Comandante, seria ordenado a esperar na Fortaleza até receber uma noticia de volta. Após cinco dias, Jean seria posto na posição do Cavaleiro-Capitão e receberia a responsabilidade de todas as ações dos Kinshras em relação as Terras Selvagens, isso incluindo a Legião Ardente, Simon Mercer, os Selvagens e afins.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro
Lorde
Lorde


Mensagens : 825
Data de inscrição : 17/05/2015
Idade : 17

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Evolução Através do Caos   Sab Jun 04, 2016 10:52 pm

[Flashback] (Após a reunião em Minerália, mas antes da partida para Crandor):

Após a reunião, Jean estaria pensativo sobre Misthalin, o Rei Roald e Dalinor. Nisso, ele resolveria visitar Surok Magis em Faladore, ainda aprisionado, procurando uma aliança informal dos Kinshra com os Dagon'hai. Surok promete discutir os termos dessa aliança com ele, desde que este o ajudassse a escapar de seu cativeiro. Após roubar a chave da cela - entre dezenas de outras, graças a um raciocínio lógico - de um escudeiro adormecido, ele libertaria Surok, que estaria surpreso com a facilidade com que escapou dali. Nisso, ele sairia de Faladore disfarçado e separado de Jean, se encontrando com ele ao norte da cidade. Dali, eles se teleportariam aos Túneis do Caos, onde Surok seria recebido por todos os Dagon'hai com uma certa surpresa. Depois disso, ele e Jean discutiriam os termos de sua aliança e a firmariam. Jean partiria, e escreveria um comunicado sobre a ação ao Lorde Daquarius, pedindo, também, para manter isso em sigilo até o momento certo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro
Lorde
Lorde


Mensagens : 825
Data de inscrição : 17/05/2015
Idade : 17

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Evolução Através do Caos   Seg Jun 27, 2016 8:55 pm

Algum tempo após a eliminação de Alvorg, o Terrível, Jean retornaria a Crandor, agora uma colônia ikoviana, acompanhado de um grupo de necromantes, para executar um... "Teste". Porém, a Colônia Ikoviana estaria sobre cerco dos Trasgos e Gigantes de Líquin e, com uma estratégia bastante perspicaz, os Ikovianos com apoio de seus novos Golens Vanguardista, eliminariam os inimigos. Após chegarem na caverna de Alvorg acompanhados de um grupo de vanguardistas ikovianos, eles seriam taxados em 150.000 moedas de ouro pelo uso do cadáver. Jean retornaria através de teleporte para negociar com Daquarius, que cederia o dinheiro em troca da arma de destruição em massa, desde que ela ficasse sob controle de um dos necromantes abaixo de Jean, ao invés do próprio. O dinheiro seria enviado para Ikovia, e o dragão para uma das bases dos kinshra através de teleporte. Um ritual seria executado, vinculando o dragão a uma pedra negra, com um dos necromantes que servia Jean em sua divisão kinshra controlando-o sob ordens diretas do mesmo. Alvorg, o Terrível renasce como Alvorg, o Assombroso, a mais nova montaria de guerra de Jean, e uma arma de destruição em massa dos Kinshra. Em seguida, Jean seria convocado com urgência por Daquarius...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro
Lorde
Lorde


Mensagens : 825
Data de inscrição : 17/05/2015
Idade : 17

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Evolução Através do Caos   Ter Jun 28, 2016 8:58 am

Após receber a missão de Daquarius, Jean partiria de imediato para Chernigov, procurando descobrir se Simon poderia saber de algo que o ajudasse. Isso acaba ajudand um pouco a restringir as possibilidades. Eles conversam sobre outras coisas, inclusive com Jean conhecendo Fabius, um dos centuriões mortos-vivos da Vigésima Quarta Legião do Império Zarosiano. Ao fim da conversa, Simon faz uma oferta que Jean simplesmente não poderia recusar, e depois disso o presenteia com uma espada de aço com o design dos selvagens, com os escritos "As ferramentas de um homem constroem e destroem reinos" gravados na lâmina, e 0 machado e martelo, símbolos de Chernigov, gravado na guarda da espada. Após isso, Jean retornaria para Asgarnia, prometendo cumprir sua missão e apenas voltar para Chernigov com a cabeça do responsável pela confusão na coroação de Anlaf.

Conforme Jean cavalgava, a espada entregue a ele, que seria pesadamente encantada dos Necromantes, Magos Cinzas e por Simon, se ligaria com o corpo de seu novo usuário a níveis elevados, Jean, não notando nada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro
Lorde
Lorde


Mensagens : 825
Data de inscrição : 17/05/2015
Idade : 17

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Evolução Através do Caos   Qui Jun 30, 2016 2:05 pm

Após a reunião com Simon e Dalinor, Jean partiria de encontro a Cyrus Hothensen, para negociar os magos negros e todos os livros destes em troca na negociação do perdão real de Anlaf. Ele aceitaria, e os livros menos importantes seriam enviados em avanço à Fortaleza de Jean. Após isso, ele partiria de encontro à Legião Ardente, negociando com Azth'Rakar 10 caixas entupidas de runita, que aceitaria em troca de 10.000 moedas de ouro dos Kinshra por caixa. Jean retornaria à fortaleza e comunicaria tudo a Daquarius, pedindo 30% do minério comprado para uso pessoal. Em seguida, ele se prepararia para se reunir com o Rei Anlaf.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2725
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 18

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Evolução Através do Caos   Qui Jun 30, 2016 3:52 pm

Jean viria a Faladore, depois de reunir-se com Lorde Daquarius, fazer um apelo ao rei e negociar o perdão do Príncipe Cyrus Hothensen, que, de acordo com as investigações, havia tentando matar o falecido Rei Vallance, seu próprio pai, para eliminar as chances de uma nova rebelião, mas Anlaf manteria-se firme em sua posição, agradando aos protestos de Sir Amik: os crimes de Cyrus eram imperdoáveis e ele deveria ser punido com a morte, assinando, ainda, uma ata oficial que ofereceria 50 mil moedas de ouro a qualquer um que capturasse Cyrus e o trouxesse à Coroa, vivo, atraindo a atenção de muitos mercenários de toda parte.

Representando os Kinshra e Daquarius, Jean também tentaria opinar sobre uma questão discutida anteriormente, antes que ele interrompesse o discurso de Ceril Carnillean, o mestre dos navios, afirmando que era necessário agir diretamente e rápido contra Ekhaya para reaver as colônias, ou do contrário os rendimentos do entreposto no Ponto da Musa continuariam a cair. Anlaf discordaria, argumentando que a prioridade do reino no momento seria lidar com seu irmão rebelde e a ameaça do mago das sombras e que o plano para Ekhaya, cujo teor permaneceria secreto por hora, seria posto em andamento em breve. A reunião seria encerrada depois disso. Anlaf se retiraria, na companhia de Sir Amik, Ceril dividiria uma jarra de vinho na sala com o mestre da moeda, discutindo sobre Rimmington, e Jean iniciaria a viagem de volta à sua fortaleza.

Não demorariam muitos dias para que Cyrus soubesse, através de seus corvos, que Anlaf oferecera um valor altíssimo por sua captura. Mercenários tentariam invadir o castelo para sequestrá-los, mas não conseguiriam burlar os sentinelas, sendo eliminados, e o príncipe, vendo o perigo que corria, aceitaria a ajuda de Azth'rakar para fugir, adentrando o plano espiritual com seus seguidores. Seu castelo e territórios, abandonados, seriam ocupados por homens de Jean não muito tempo depois.

O carregamento de minérios de runita comprados por Jean chegaria à fortaleza pouco depois de seu retorno.

_________________
Saradomin salve Sua Graça, Louis Guillaume von Carnillean, Rei de Kandarin
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro
Lorde
Lorde


Mensagens : 825
Data de inscrição : 17/05/2015
Idade : 17

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Evolução Através do Caos   Qui Jun 30, 2016 9:30 pm

Jean partiria para Chernigov, levando consigo uma comitiva de necromantes e tendo uma reunião informal com Simon chegando lá, discutindo seu projeto e planos pro futuro. Em seguida, Jean lhe entregaria suas três caixas de minério de runita junto de um pedido. Depois disso, ele partiria para o maior cemitério da região que estivesse fora dos limites de Chernigov, ressuscitando todos os mortos que pudesse lá, com ajuda dos necromantes, mas vinculando todos eles à si mesmo. Estes seriam levados à antiga Fortaleza dos Guerreiros Negros.

Ganhos:

2.000 zumbis (classes a decidir).
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro
Lorde
Lorde


Mensagens : 825
Data de inscrição : 17/05/2015
Idade : 17

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Evolução Através do Caos   Sab Jul 02, 2016 10:03 pm

Após alguns cálculos, Jean colocaria a Legião dos Mortos em marcha para a fronteira com o território da Tribo Volny, ao sul da Fortaleza Negra, esperando por seu sinal. Após isso, com a Legião preparada, ele iria cuidar de alguns assuntos pessoais, antes de lidar com isso.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Pedro
Lorde
Lorde


Mensagens : 825
Data de inscrição : 17/05/2015
Idade : 17

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Evolução Através do Caos   Sab Jul 02, 2016 10:18 pm

As muralhas da Fortaleza Kinshra sofreriam reformas, com gastos absurdos.

Muralha (Nível 2) >(Nível 6)

Gastos: 600.000 moedas de ouro.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mairon
Lord of The Shadows
Lord of The Shadows
avatar

Mensagens : 808
Data de inscrição : 08/05/2015
Idade : 18
Localização : Reino das Sombras

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Evolução Através do Caos   Seg Jul 04, 2016 9:14 pm

Jean tem uma reunião com o rei de Asgarnia, Anlaf Hothensen, onde conta algumas poucas informações referentes à Legião que se esconde no norte das Terras Selvagens. Jean também fala sobre sua ligação com Chernigov e com o Volvh Berislav, contando também sobre a proposta do último. Jean também apresenta propostas de negociação e um tratado de não-agressão com Chernigov, e após isso, Jean parte de Faladore de volta para a Fortaleza dos Cavaleiros Negros.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Mairon
Lord of The Shadows
Lord of The Shadows
avatar

Mensagens : 808
Data de inscrição : 08/05/2015
Idade : 18
Localização : Reino das Sombras

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Evolução Através do Caos   Seg Jul 04, 2016 9:16 pm

No caminho para a Fortaleza dos Cavaleiros Negros, Jean é abordado por um mensageiro de Daquarius, recém-nomeado Mestre de Armas de Asgarnia. Jean parte imediatamente de volta para Faladore, onde encontra Anlaf e Daquarius no pátio do castelo. Lá, Jean é cercado tanto pro cavaleiros brancos quanto negros, e é preso.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2725
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 18

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Evolução Através do Caos   Qui Jul 07, 2016 6:37 pm

Após um breve levantamento de provas, relatórios e testemunhos, além da reunião de juízes, magistrados, clérigos e do conselho do rei, Jean seria levado a julgamento num tribunal soberbo. A acusação apresentaria duas peças, e, ao longo de sua defesa, o kinshra acabaria por prejudicar a si próprio, somando isso ao falso testemunho de um clérigo zamorakiano que conspirara contra ele. Comprovadamente culpado pela acusação de duplicidade e deslealdade a Asgarnia, por aceitar liderar tribos em Chernigov, mesmo sabendo que isso significava quebrar seus votos com Asgarnia e a Ordem dos Cavaleiros Negros, e também considerado culpado por falso testemunho e suspeito de conspiração, Sir Benett seria condenado, pelo Rei Anlaf, a ser castrado e viver em penitência no Mosteiro de São Rimmington, onde haveria feitiços de telebloqueio, proibição de runas e uma vigilância secreta dos Cavaleiros do Templo para garantir que não fugisse, para o deleite de Daquarius.

Os bizarros testemunhos que deveriam ser a favor de Jean seriam concluídos com o controlo mental de um cavaleiro por obra de um umbromante que se declararia, através dele, Aesur Riraldeu, um falecido estudante de magia da Torre dos Magos que adquirira perícia em magia das sombras depois de ressuscitar, fazendo declarações confusas sobre uma suposta conspiração para jogar Asgarnia contra Chernigov, envolvendo Jean, e deboches que enfureceriam o Pequeno Conselho e o rei. Anlaf ordenaria a realização de outra investigação para esclarecer os fatos, e o dragolito enfeitiçado seria destruído.

Jean seria castrado e enviado ao Mosteiro com uma escolta.

_________________
Saradomin salve Sua Graça, Louis Guillaume von Carnillean, Rei de Kandarin
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas
Fair King
Fair King
avatar

Mensagens : 2404
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 22
Localização : No Sul

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Evolução Através do Caos   Qui Jul 07, 2016 7:02 pm

Enquanto a comitiva de Cavaleiros Brancos guiava Jean como prisoneiro e uma carroça, preso por correntes, eles seriam parados por uma estranha presença. Em uma fração de minutos, uma a um dos cavaleiros seriam mortos, estripados e partidos em vários pedaços por um estranho demônio que desapareceria nas sombras após cada morte, enquanto o caos acontecia, Jean conseguiria se libertar das suas correntes pegando as chaves do seu carcereiro. Fugindo para as colinas, ele perceberia que o demônio já teria matado a todos e agora iria em sua direção, desarmado porém ainda com certas capacidades, ele traria a vida novamente três dos Cavaleiros Brancos e os usaria como escudo em uma feroz batalha defensiva, durante esta, uma estranha sombra apareceria para dar apoio ao Demônio Estripador.

Após alguns minutos de batalha, dois batalhões de Cossacos Chernigovianos apareceriam de entre os bosques próximos, inicialmente Jean acreditaria ser sua salvação, porém, eles começariam a cavalgar em círculo em volta dos combatentes, empunhando seus arcos e então deixando uma saraivada de flechas re-cair sobre o demônio, a sombra, Jean e seus mortos-vivos. Com todos pregados contra o chão por flechas, os cavaleiros desmontariam em sua maioria e se aproximariam, retirando todas as flechas e evidência de sua parada no local, empalando em seguida o corpo de Jean em uma das lanças dos cavaleiros brancos e deixando a cena, cavalgando de volta ao norte. No caminho eles parariam para caçar nos bosques e carregar as carnes, após serem salgadas, para Chernigov.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Evolução Através do Caos   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Evolução Através do Caos
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Evolução da Linha Cloth Myth Appendix.
» Evolução Reativa
» Chimanski
» Podcast Revolution #53 - Evolução dos Corpos
» Desafio FH

Permissão deste fórum:Você pode responder aos tópicos neste fórum
Reinos de Guilenor :: Saga 1 - Guilenor :: Interpretações-
Novo Tópico   Responder ao tópicoIr para: