RPG no universo de Guilenor
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Novo Tópico   Responder ao tópicoCompartilhe | 
 

 Wiedervereinigt Reich

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3
AutorMensagem
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2728
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 18

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Wiedervereinigt Reich   Sex Jan 20, 2017 9:54 am

As colheitas do ano 15 seriam melhor que o esperado, e através do fortalecimento da interação comercial interna Kandarin conseguiria, em grande parte, abastecer-se a si mesma:


  • Catherby vende a Amiens;
  • Barnim vende a Ardonha;
  • Dannenberg vende a Wahlstäd;
  • Aglarost compra de Festungen (-66.300g);
  • Corse vende a Hagen;
  • Avaux, Köln, Piscatoris, Bremen, Werneuchen e Mittengelitz sustém-se de suas próprias colheitas;
  • Calais, Bruxedos e Damm são obrigadas a comprar comida (de Sarim, Draynor e Lumbridge) (-94.430g)
  • -10 na satisfação de Avaux, Köln, Piscatoris e Bremen

_________________
Saradomin salve Sua Graça, Louis Guillaume von Carnillean, Rei de Kandarin
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2728
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 18

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Wiedervereinigt Reich   Sab Jan 21, 2017 9:07 am

Louis perdoaria a dívida de Bruxedos com o Tesouro Real, a fim de dar melhores condições ao Duque Annatar de reconstruir e desenvolver sua província.

_________________
Saradomin salve Sua Graça, Louis Guillaume von Carnillean, Rei de Kandarin
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2728
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 18

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Wiedervereinigt Reich   Sab Jan 21, 2017 9:22 am

O Duque Annatar iniciaria a extração de madeira em sua província, sobretudo nos bosques setentrionais onde há numerosas árvores de teixo, muito valorizadas na fabricação de arcos.

Bosque (Nível 5)
Gastos: MK$ 46.500,00

_________________
Saradomin salve Sua Graça, Louis Guillaume von Carnillean, Rei de Kandarin
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2728
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 18

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Wiedervereinigt Reich   Sab Jan 21, 2017 10:15 am

Em conformidade com as decisões do Mestre da Moeda de Kandarin, Otto von Ziegendorf, os seguintes tratados internos seriam firmados pelos governantes de províncias kandarinianas:

1 - Bremen-Hagen: Mineração (Gemas) por Carpintaria; Arquearia por Tecelaria;
2 - Calais-Ardonha: Mineração (Gemas) por Construção;
3 - Calais-Damm: Carpintaria por Herbologia;
4 - Damm-Catherby: Culinária por Corte de Lenha;
5 - Bruxedos-Amiens: Pesca por Tecelaria;
6 - Bruxedos-Avaux: Agricultura por Mineração; Culinária por Mineração (Gemas);
7 - Amiens-Aglarost: Culinária por Metalurgia;
8 - Corse-Aglarost: Herbologia por Mineração; Caça por Construção;
9 - Aglarost-Barnim: Corte de Lenha por Olaria;
10 - Köln-Barnim: Construção Naval por Construção; Agricultura por Caça;
11 - Barnim-Piscatoris: Metalurgia por Herbologia;

_________________
Saradomin salve Sua Graça, Louis Guillaume von Carnillean, Rei de Kandarin
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2728
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 18

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Wiedervereinigt Reich   Sex Jan 27, 2017 12:39 pm

Otto seria obrigado a reunir os impostos coletados por todo reino em Ardonha, para efetuar os pagamentos adequadamente. Com os novos acordos comerciais, a arrecadação de Kandarin teria aumentado e as dívidas seriam pagas em dia, como acordado, diminuindo a dor de cabeça do rei e  de seu mestre da moeda:

Gastos:


  • MK$ 2.980.000,00 (2 parcelas da dívida com Varrock)
  • MK$ 24.000,00 (ajuda financeira a Bruxedos)
  • MK$ 722.700,00 (custeio da frota)
  • MK$ 160.730,00 (comida no inverno)


Reserva: MK$ 44.572,00 (sem os cofres de Bruxedos devido à rebelião)

_________________
Saradomin salve Sua Graça, Louis Guillaume von Carnillean, Rei de Kandarin
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2728
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 18

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Reformas (Incompleto)   Qua Fev 01, 2017 12:31 pm

À medida que as forças aliadas avançam pelo território de Kandarin, o recém-coroado Rei Louis consolidaria cada vez mais o poderio da Casa Carnillean e o seu próprio. A reconstrução da capital, Ardonha, seria o símbolo máximo de tal avanço, tendo sido ela não apenas reerguida, como também melhorada no âmbito de suas estruturas defensivas e de seu vigoroso aparato econômico. Como Gaston chefiava os kandarinianos na guerra ao sul, Louis se dedicaria ao exaustivo trabalho de reformas administrativas, legais e políticas, decretando, entre outras coisas:

1. A extinção do Senado e da Chancelaria, junto com seus respectivos gabinetes e ministérios;

2. A outorga de uma nova Magna Carta, a qual estabeleceria:

I – O direito divino e incontestável de Louis e de seus sucessores que embasa o poder de sua dinastia em Kandarin;

II – A completa soberania e independência nacional. Kandarin é um reino independente e sua atuação deve ser em prol do povo de Kandarin, e não regida por influências e pressões estrangeiras, sejam elas amigas ou não;

III – A inseparabilidade, a irredutibilidade e a integralidade territorial de Kandarin. Salvo anexações justificadas por casus belli, quaisquer trocas ou cessões territoriais de Kandarin ou para Kandarin devem passar, obrigatoriamente, pelo crivo real e pela apreciação da Dieta Real, em suas duas câmaras;

IV – A precedência legal de cidadãos kandarinianos com relação a outros em quaisquer circunstâncias, salvo em caso de heresias: a) Define-se por cidadão kandariniano 1 – nascidos em Kandarin, e com pai ou mãe kandarinianos, 2 – filhos de pais kandarinianos, independentemente de onde tenham nascido e 3 – residentes em Kandarin com pelo menos um avô ou avó kandariniano;

V – A separação entre o recta nobilium, para nobres kandarinianos, o recta plebeium, para plebeus kandarinianos, e o recta peregrinorum, para estrangeiros. Essa separação estabeleceria estatutos e aplicações diferentes da lei para cada uma dessas classes sociais, conteúdo que será explanado mais detidamente abaixo;

VI – A criação da Dieta Real, um parlamento bicameral composto pela Alta Câmara, para nobres e representantes do clero, e a Baixa Câmara, para representantes da plebe. Sua principal atribuição é o aconselhamento do rei quanto ao desejo do povo, da fé, e de seus vassalos, entre outras coisas;

VII – A Alta Câmara é de representatividade territorial, havendo dois rogadores por província, um nomeado pela autoridade secular, isto é, o nobre governante, e outro pela autoridade episcopal mais elevada na região. Ela teria como atribuições investigar e denunciar membros do Conselho de Estado, generais, almirantes e outros funcionários de alto escalão, ou pessoas de origem na alta nobreza, analisar pareceres do Conselho de Guerra, da Companhia de Ultramar e da Casa da Moeda para emitir juízo e elaborar relatórios sobre a qualidade da frota, do exército e a eficiência da coleta de impostos aos vassalos e ao povo, indicando também onde seria possível melhorar ou onde seria necessário alterar algo. Em caráter extraordinário, em caso de conflitos entre herdeiros legítimos do rei, a Alta Câmara seria responsável por escolher qual dentre os herdeiros beligerantes deveria assumir o trono, bem como por liderar o reino numa transição preferencialmente pacífica. Esta câmara seria presidida por um Prior, nomeado pelo rei. A legislatura seria renovada a cada dez anos, e apenas homens ou mulheres com mais de 30 anos poderiam candidatar-se;

VIII – A Baixa Câmara é de representatividade popular, havendo um rogador a cada dez mil famílias por província, sendo observado o mínimo de dois representantes caso não haja pessoas suficientes na província. Apenas membros de conselhos de aldeões ou burgueses (e plebeus) que fossem letrados poderiam candidatar-se, sendo seus eleitores homens e mulheres adultos, letrados e filhos de pais kandarinianos. Somente pessoas com mais de 24 anos poderiam ocupar cadeiras na Baixa Câmara, cujas funções seriam fiscalizar a coleta de impostos à plebe e aos comerciantes junto à Casa da Moeda, manter um olhar atento sobre as guardas de aldeias e cidades, sobre questões alfandegárias e sobre o ciclo de plantio e colheita, fazendo análises periódicas e elaborando pareceres a serem enviados ao Conselho de Estado e ao rei. Membros da Baixa Câmara seriam responsáveis pela denúncia e investigação de membros da Alta Câmara. Seu presidente seria chamado de Segundo-Prior, e a legislatura seria de 5 anos;

IX – O sistema do Alto Conselho de Reims seria estendido a todas as províncias do reino. Ambas as câmaras da Dieta Real escolheriam fiscais que assistiriam às reuniões desse conselho nas províncias;

X – O rei não se absteria da prerrogativa real, pela qual mantém o poder de anular a presente Carta Magna e dissolver todas as instâncias do poder em períodos de instabilidade e insegurança nacional;

XI – Louis criaria o Conselho de Estado, do qual participariam o rei, um membro do Conselho de Guerra escolhido por sorteio, com exceção do Protetor de Ultramar, cujo assento seria fixo, o Mestre da Moeda, o Mestre da Lei, o Grão-Mestre dos Paladinos, o Grão-Mestre das Corujas, o Supremo Intendente, o Arquimago da Guilda e o Arcebispo de Ardonha. Cada membro contaria com poderes e atribuições próprias para ajudar o rei a governar, bem como gabinetes de razoável receita, embora esta fosse rigidamente controlada pelo rei à vista da Alta Câmara. O rei poderia substituir os membros do conselho a seu critério, e poderia ele mesmo desempenhar suas funções se assim o desejasse;

XII – Homens e mulheres seriam declarados iguais;

XIII – As diferenças entre cada direito seriam: 1) nobres só poderiam ser julgados pela Alta Câmara ou pelo rei, e só lhes seria dada a punição de morte em caso de pedofilia, traição, alta-traição, lesa-majestade, conspiração, dupla lealdade e heresia. Todos os outros crimes seriam puníveis com indenizações e concessões de terras, como por exemplo, o estupro, cujo responsável teria de pagar uma pensão vitalícia à vítima; 2) plebeus poderiam ser julgados por tribunais comuns, mas também por seu suserano e por conselhos de aldeões ou burgueses. Seria-lhes punível com a morte os crimes de pedofilia, traição, alta-traição, lesa-majestade, conspiração, dupla lealdade, heresia, insubordinação, estupro e assassinato, e com a prisão legítima defesa seguida de morte, roubo, depredação e fraude; 3) estrangeiros não teriam direito a defesa obrigatória, recebendo-a apenas se um cidadão de Kandarin se dispuser voluntariamente a fazê-la. Suas penas e multas seriam dobradas;

3. O exército de Kandarin seria renovado, criando-se padrões obrigatórios. A cada dez batalhões de infantaria, cinco deveriam ser de paladinos e cinco de alabardeiros, e deveria haver também cinco batalhões de cavalaria paladina e cinco divisões de arqueiros. Toda província deveria ter também esses números como mínimo fixo em suas defesas, e essas unidades seriam chefiadas por generais indicados pelo rei, em concordância com o governante secular da província. A Ordem dos Cavaleiros de Ardonha seria reduzida à guarda doméstica da Dieta Real e de seus membros;

4. Louis estabeleceria que um rei em idade avançada (55 anos) deveria ceder o trono a seu filho mais velho e herdeiro, a fim de evitar instabilidades futuras e guia-lo adequadamente nos primeiros anos de reinado. A Dieta Real, em reunião extraordinária, teria a prerrogativa de exigir que o rei se mantivesse no poder temporariamente;

5. O cargo de cônsul seria oficializado para todas as províncias que prestavam vassalagem a único senhor, mas este vivia e governava numa província central, como foi o caso de Louis por muito tempo. Cônsules seriam nomeados pelo governante de direito da província, e chefiariam o Alto Conselho da região. Eles desempenhariam suas funções pelo tempo a critério do suserano;

6. Casas nobres, com exceção da Família Real, seriam proibidas de governar mais de duas províncias (como governantes de direito, e não cônsules ou regentes). Os Valois seriam uma exceção, sendo os herdeiros de Festungen e Catherby ambos Carnillean, e apenas os de Aglarost Valois;

7. Wilhelm von Carnillean, filho de Hector, teria seu título de Marquês de Anzolina substituído por outro. Através de uma conjuntura política, ele seria casado com Carla von Hakelberg, também filha de Sebastian von Hakelberg, recebendo o título de Duque de Strana como dote;

8. A ser adicionado...


9. A ser adicionado...

_________________
Saradomin salve Sua Graça, Louis Guillaume von Carnillean, Rei de Kandarin


Última edição por Sorondil em Seg Mar 13, 2017 12:42 am, editado 2 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2728
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 18

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Wiedervereinigt Reich   Qua Fev 01, 2017 7:51 pm

A fim de manter o funcionamento normal das instituições, Louis convocaria eleições para a Baixa Câmara e permitiria que os bispos e vassalos fizessem suas indicações. Para regiões em estado de anarquia, como Bonn e Yanille, os representantes seriam escolhidos entre refugiados ou por indicação de oficiais e nobres vindos da região, para que nenhuma província ficasse sem representação. Os principais partidos seriam o Partido Monarquista, composto por apoiadores do rei e religiosos moderados, o Partido Azul, de religiosos conservadores, e o Partido Nacional, de fiéis apoiadores da política e das ideias do antigo Chanceler Alder. Os resultados seriam:

Alta Câmara: 44 cadeiras

Partido Monarquista: 28 rogadores
Partido Azul: 12 rogadores
Partido Nacional: 4 rogadores

Baixa Câmara: 207

Partido Monarquista: 76 rogadores
Partido Azul: 50 rogadores
Partido Nacional: 81 rogadores

A primeira legislatura da Dieta Real seria inaugurada numa sessão extraordinária, e as funções dos priores seriam exercidas pelo Rei Louis temporariamente na investidura dos 44 rogadores da Alta Câmara e dos 207 da Baixa Câmara. Após a cerimônia formal, Louis se reuniria com o Arcebispo de Ardonha, líderes do Partido Azul e membros de seu partido, tentando costurar uma coalizão na Dieta, porém os religiosos não aceitariam compô-la, embora deixassem em aberto possibilidades de novas negociações. Louis nomearia como Prior seu primo, Cecil Carnillean, e num aceno aos religiosos, mesmo diante da recusa deles em compor a coalizão, Lodewijk van Rutte, veterano de guerras religiosas e incontestavelmente fiel à fé saradominista, seria o escolhido para ocupar o cargo de Segundo-Prior.

_________________
Saradomin salve Sua Graça, Louis Guillaume von Carnillean, Rei de Kandarin
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2728
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 18

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Wiedervereinigt Reich   Qui Fev 02, 2017 1:40 pm

Os clarins do castelo e os sinos da catedral de Ardonha anunciariam uma notícia feliz naquela manhã. A Princesa Marie-Louise, terceira descendente e primeira filha do Rei Louis, daria à luz a um menino, com os cabelos ruivos do avô materno e os olhos verdes do avô paterno. Seu esposo, o Grão-Duque de Yanille, Freud von Neiffre, baptizaria-o como Ernst von Neiffre, na Catedral de Ardonha. Um grande festival seria celebrado naquele dia, reavivando o ânimo dos refugiados advindos da região de Yanille.

Gastos: 50.000g
Ardonha: +12,5 de satisfação

_________________
Saradomin salve Sua Graça, Louis Guillaume von Carnillean, Rei de Kandarin
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2728
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 18

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Wiedervereinigt Reich   Sex Fev 03, 2017 3:44 pm

A terceira e última parcela da dívida seria paga ao Banco de Varrock, livrando Kandarin de seu maior credor até então. Aliviados, o rei e seu conselho de Estado veriam-se diante de seu próximo desafio: a reconstrução de Bonn.

Gastos: MK$ 1.210.000,00

_________________
Saradomin salve Sua Graça, Louis Guillaume von Carnillean, Rei de Kandarin
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Matheus
Tar-Atanion
Tar-Atanion
avatar

Mensagens : 2728
Data de inscrição : 04/05/2015
Idade : 18

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: Wiedervereinigt Reich   Dom Mar 12, 2017 11:07 pm

O caráter inventivo dos anões e as necessidades produzidas pela guerra na província de Amiens fariam com que novas ideias aflorassem em Kandarin. Um dos resultados seria o uso do arado de aço, muito mais eficiente no preparo da terra cultivável. O novo invento teria certa difusão pelas demais províncias, apoiado pelos rogadores da Baixa Câmara.

_________________
Saradomin salve Sua Graça, Louis Guillaume von Carnillean, Rei de Kandarin
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Wiedervereinigt Reich   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Wiedervereinigt Reich
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 3 de 3Ir à página : Anterior  1, 2, 3

Permissão deste fórum:Você pode responder aos tópicos neste fórum
Reinos de Guilenor :: Saga 1 - Guilenor :: Interpretações-
Novo Tópico   Responder ao tópicoIr para: