RPG no universo de Guilenor
 
InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Novo Tópico   Responder ao tópicoCompartilhe | 
 

 O Sonho de uma Nação

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte
AutorMensagem
Pedro
Lorde
Lorde


Mensagens : 845
Data de inscrição : 17/05/2015
Idade : 17

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: O Sonho de uma Nação   Sab Maio 20, 2017 9:18 pm

Na reunião, apesar de desavenças iniciais, seria acordado um embargo comercial e de movimentação contra Kandarin, aceito entre todos os membros da Aliança, e o planejamento para substituir o comando de Gaston por outro, da mesma dinastia.

Além disso, em privado, Nadja pediria para que Erik a liberasse para se livrar do Rei de Kandarin pessoalmente, caso a situação se agravasse, e fecharia um acordo comercial com ele. Ele retiraria um dos acordos de Crandor com Keldagrim e fecharia um acordo, fornecendo grande parte dos minérios de Crandor em troca de armamento de uma das cidades chernigovianas.

Após isso, os líderes da Aliança passariam alguns dias em Ikov antes de partirem de volta a suas respectivas funções.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas
Fair King
Fair King
avatar

Mensagens : 2464
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 22
Localização : No Sul

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: O Sonho de uma Nação   Qua Maio 31, 2017 1:40 pm

- FLASHBACK -
((Uma semana após a última reunião))

Após a reunião da Aliança dos Povos Livres, o Rei Erik se reuniria com os membros da Aliança Comercial, que seria Keldagrin, Império Gnomico e os Duendes das Cavernas. Todos aceitariam o acordo de Erik de embargar Kandarin e de tomar outras ações relacionadas.


_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas
Fair King
Fair King
avatar

Mensagens : 2464
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 22
Localização : No Sul

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: O Sonho de uma Nação   Qua Maio 31, 2017 4:04 pm

O resultado das negociações de Ikovia com seus aliados começaria ter efeitos nos meses seguintes:

Kandarin seria bloqueada quase totalmente de qualquer comércio com o estrangeiro, todos os seus vizinhos fechariam os acordos comerciais e colocariam pedágios nas fronteiras para suas mercadorias, pedágios exorbitantes que apenas os mais ricos mercadores conseguiriam ir e voltar, tornando comércio com fora de Kandarin quase insustentável. Porém isso não atingiria Kandarin muito drasticamente, pois seu comércio já era centralizado e mais focado em auto-sustentabilidade, o problema seria, que Asgaria também teria fechado suas fronteiras, não pelos mesmos motivos dos outros vizinhos e sim pela sua guerra civil-religiosa.

Kandarin estaria completamente sozinha e quando os burgueses e nobres questionariam os vizinhos e aliados de Kandarin por essa ação ultrajante, a resposta seria geral: Quando o Rei Gaston quebraria o acordo com Ikovia sobre a Grande Reconquista, a lealdade de Kandarin com seus outros acordos se tornaria duvidosa e até que a "liderança Kandariniana" se tornasse sólida e confiável novamente, eles não pretendia manter negociações com Kandarin. Isso criaria uma grande revolta dos comerciantes Kandarinianos com a Casa Carnillean e uma grande pressão seria colocada por parte dos mesmos sobre o Rei Gaston para que fosse mais "diplomático".

Nos meses seguintes a isso, A Irmandade usaria suas fontes muito penetradas na nobreza, burguesia e plebe Kandariniana para iniciar uma organização chamada "Os Verdadeiros", que seriam apoiadores da antiga politica Carnillean em Kandarin, a que se comprometia com seus acordos, a que crescia e lutava ao lado de seus aliados e não contra eles, eles espalhariam panfletos e discursos em público falando o quanto o Rei Gaston estaria sendo arrogante e egocêntrico, levando suas opiniões pessoais acima da nação e o quanto Kandarin seria melhor liderada por outro da linhagem Carnillean. Seria nesse momento que Alain-Auguste e Charles-Guillaume seriam colocados como próximos na sucessão e ambos teriam seus próprios "partidos" levantados, o primeiro recebendo apoio financeiro oculto através da Irmandade, de forma oculta obviamente.

Em pouco tempo as ruas de Kandarin, principal as cidades das províncias ao norte de Ardonha e em Ardonha, se tornariam em cenários de protestos e reuniões de filósofos para discutir a situação atual da politica Kandariniana.

Em Ikovia, as províncias Ikovianas em Kandarin começariam a fazer a reunião dos números das tropas possíveis de reunir pelo recrutamento obrigatório, como também, preparo para uma reunião de tropas se for necessário.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas
Fair King
Fair King
avatar

Mensagens : 2464
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 22
Localização : No Sul

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: O Sonho de uma Nação   Dom Jun 11, 2017 8:40 pm

Com o inicio das ações extremistas em Kandarin por parte dos decretos de seu novo Rei, o povo da Pátria-Mãe começaria a se rebelar. A população de Armadyleanos em Kandarin seria muito significativa, seria a segunda religião com mais seguidores na Pátria-Mãe e além disse, o restante da população de Kandarin teria grande apresso pelas ações que Ikovia teria feito desde antes de sua criação, apoiando Kandarin e ajudando-a em todos seus conflitos, e recentemente, sacrificando seu tesouro e esforços militares para salvar Kandarin da destruição total.
Uma maior gigantesca da população por toda Kandarin se rebelaria, combatente de volta a Inquisição Kandariniana e derrotando-a na maior parte das ações diretas, em muitas cidades, os membros do próprio Clero Entraniano começaria a duvidar de Entrana e mudar seus votos para a Igreja Icyenica, apoiando a rebelião.
A Irmandade, aproveitando-se da situação, usaria o tesouro da Igreja de Armadyl para pagar, secretamente e usando rotas alternativas, armamentos para a rebelião, tornando-a auto-suficiente para desafiar o Rei Gaston diretamente, conforme ela lentamente se espalharia para a Capital.

Enquanto isso, principalmente em Ardonha, os Nobres mesmo odiando Erik pelo que ele significava, acabariam apoiando-o como um mal necessário, dividindo todos os nobres e antigos apoiares de Gaston entre apoiadores dos dois próximos herdeiros da Casa Carnillean. Quando o Rei convocaria as tropas da nobreza, os nobres inventariam centenas de desculpas variadas e acabariam não enviando tropas, deixando Gaston para apenas suas forças pessoais e de alguns poucos nobres que o apoiariam.

A burguesia de Kandarin, preocupada em apenas lucrar, veria aquela situação como perigosa demais, não apoiando nenhum lado. Porém com pagamentos por parte da Sociedade, eles fariam vista grossa para as armas que passariam para dentro de Kandarin e também para a movimentação dos rebeldes.

Até o final do outono a maior parte das aldeias e cidades menores teriam declarado ou apoio a "Revolução Kandariniana" ou neutralidade ao conflito. Até o final do inverno a maior parte das províncias teriam feito o mesmo. E no inicio da Primavera, Ardonha começaria a passar por isso e constantemente Gaston teria pedidos de se exilar e passar o trono de Kandarin para um de seus irmãos mais novos, que o seu governo estaria ameaçado e principalmente a sua vida, que se ele não fizesse isso por ele que fizesse por Kandarin, já que aquela crise politica poderia resultar rapidamente em uma completa guerra, tanto civil quanto militar.

Gastos:

-4.000.000 moedas de ouro em subornos, pagamentos e armamentos para a Revolução Kandariniana (Descontados dos cofres da Igreja de Armadyl).

_________________


Última edição por Angelloh em Dom Jun 11, 2017 8:50 pm, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas
Fair King
Fair King
avatar

Mensagens : 2464
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 22
Localização : No Sul

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: O Sonho de uma Nação   Dom Jun 11, 2017 8:49 pm

No inicio da Primavera, após os tempos difíceis de um inverno passarem, Erik faria uma declaração pública na frente dos portões do Grande Templo de Ikov.
Essa convocação seria para todos os Armadyleanos de todas as nações, se não estivessem ocupados em situações importantes e preocupantes, que reunissem armas ou seus métodos de apoio e se viessem a Ikov aonde o Rei, pessoalmente, iria reunir o que ele chamaria de "Cruzada dos Justos" para "punir os servos da injustiça e salvar os inocentes das garras dos intolerantes", ele teria apoio da Igreja de Armadyl porém ele também declararia que não iria entrar em guerra com seus irmãos e irmãs de Kandarin, porém, não evitaria isso se mais sangue inocente for derramado.
Esse decreto seria feito por todas as nações por membros do Clero Armadyleano, espalhando essa palavra por várias partes de Guilenor, e lentamente, homens e mulheres de diversas regiões começariam a se reunir em Ikov.

Durante esse evento de grande "reunião", a Aliança dos Povos Livres enviaria uma carta para o Rei Gaston pedindo que renunciasse sua posição e passasse para um de seus irmãos, que Kandarin estaria a beira de guerra civil-religiosa e invasão, já que Ikovia não admitiria um massacre de inocentes em suas fronteiras. A esse ponto, Ikovia teria já armado suas guarnições da parte central do Reino e colocado elas em suas fronteiras, fortificadas para proteger qualquer ação Kandariniana, enquanto em sua costa, a Grande Armada de Armadyl teria sido chamada de volta para proteger a costa Ikoviana de um possível reforço de Entrana. A Grande Reconquista seria ordenada para se fortificar em Gu'Tanoth e, no processo, teria tomado controle da recém entregue provincia a Kandarin, sem dificuldades por não ter muito apoio militar e também, com os seus exércitos tendo sido convocados para Ardonha pelo Rei, não teriam conflitos armados nesse processo.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas
Fair King
Fair King
avatar

Mensagens : 2464
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 22
Localização : No Sul

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: O Sonho de uma Nação   Dom Jun 18, 2017 3:36 pm

A Queda do Conclave Ogro - Batalha de Oo'glog

30 de Fentueiro do Ano 21 da Sexta Era

Logo após a Revolução Kandariniana ser resolvida, o Rei Erik dispensaria a Grande Armada de Armadyl imediatamente para de volta a costa do território ogro no sul, para continuar seu apoio a Grande Reconquista, assim como os Sacros Vigilantes seriam enviados por Karl Franz de volta a região.

No dia 28 de Fentueiro a Grande Armada de Armadyl faria um bloqueio naval em Oo'glog, enquanto as forças da Reconquista marchariam pela costa até a cidadela Ogra, o bastião final de sua resistência.
Os Exércitos Ikovianos da Reconquista levantariam cerco a Oo'glog enquanto sua retaguarda seria protegida por patrulhas Kandarinianas. O cerco levaria dois dias de constante bombardeio da artilharia Ikoviana de longa distância e da Armada, e quando a cidade estaria em ruínas e seus muros naturais demolidos ou bastante danificados, a marcha começaria. No dia da marcha começaria uma tempestade de verão, fortes ventos e chuvas cobririam a região, dificultando tanto o ataque quanto a defesa.

O Príncipe Regente Casemir dividiria suas tropas em três, enviando os auxiliares da Tríplice Absolvição por uma das brechas e a Vanguarda de Armadyl por outra, mantendo os Sacros Vigilantes na retaguarda para proteção e também para mante-los descansados causo seja necessário um investimento mais pesado no combate.
Os defensores Ogros usariam dos gases naturais da região nos disparos de suas armas de cerco para tentar causar mais danos aos atacantes, porém, o tempo faria o gás se dissipar muito rapidamente, evitando qualquer dano aos Ikovianos, em contra-partida, Ikovia tomaria os muros e em seguida as ruas da cidade com facilidade, sofrendo muitas poucas baixas.
Porém após a batalha, enquanto a Reconquista faria seu procedimento padrão de verificar a cidade e manter a vigília das redondezas, os tuneis subterrâneos explodiriam e afundariam o centro de Oo'glog na terra, levando a morte centenas de Vigilantes e algumas dezenas de Feiticeiros.

Na semana seguinte, a Reconquista faria a guarnição de Oo'glog enquanto esperaria os reforços de Kandarin. Os Sacros Vigilantes ergueriam um monumento usando as armas e armaduras dos Vigilantes mortos para todos lembrarem da quantia de mortes Armadyleanas nas batalhas da Reconquista, e então, os corpos seriam queimados, de todos os mortos ali. A Grande Armada permaneceria fazendo patrulha na região até que os reforços de Kandarin chegassem, porém o grosso do exército da Reconquista marcharia de volta para Ardonha lentamente.

Baixas

Conclave Ogro:

10.000 ogros

Grande Reconquista:

500 Soldados da Tríplice Absolvição
1.000 Vigilantes-em-Armas
100 Feiticeiros

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas
Fair King
Fair King
avatar

Mensagens : 2464
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 22
Localização : No Sul

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: O Sonho de uma Nação   Ter Jun 20, 2017 11:42 am

Com a Grande Reconquista enviada de volta para casa, uma série de grandes festejos aconteceriam por toda Ikovia, comemorando a vitória dos Ikovianos em sua campanha militar.
Enquanto muitos festejavam, os acadêmicos de Ikovia aproveitariam para apresentar suas mais novas descobertas cientificas.

Gastos e Ganhos:

Mortalismo - 800
Liberdades e Direitos - 1.000
Caminhos Secretos - 800
Era da Invenção - 1.000
Fanatismo Defensor - 800
Padres e Professores - 800
Fanatismo Defensor - 800
Entregue ao Senhor - 1.000
Arquitetura Moderna (3 níveis) - 300
Governante Popular (7 níveis) - 700
Cultura Efervescente (7 níveis) - 700
Serviço Civil (6 níveis) - 600
Festivais Organizados (4 níveis) - 400

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas
Fair King
Fair King
avatar

Mensagens : 2464
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 22
Localização : No Sul

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: O Sonho de uma Nação   Qua Jun 21, 2017 4:17 pm

Com o grosso do Exército da Grande Reconquista marchando de volta para Ikovia, Casemir manteria suas forças pessoais e também uma parte dos exércitos principais de Ikovia. Ele usaria essas tropas para, junto das forças de Kandarin, levantar um cerco em volta da Selva entre Oo'Glog e Gu'Tanoth. O "cerco" seria baseado em levantar postos avançados e fortificações na fronteira com as selvas, tornando a fuga de ogros ou suas tentativas de saquear mantimentos quase impossível.
Os ogros teriam poucos alimentos graças as operações Ikovianas para queimar seus armazéns, e com isso, lentamente começariam a ter problemas com comida. Quando Casemir notaria isso, ele capturaria um ogro e enviaria uma mensagem ao Chefe Guerreiro de uma intimação de duelo em território neutro, entre a selva e Gu'Tanoth, aonde os exércitos teriam que se manter afastados.

Quando Casemir estaria discutindo os termos com o Chefe Guerreiro Rhubium, Vladimir Habitch apareceria a mando de Leonna para impedir que Casemir cometesse o "erro" que seu pai costumaria cometer. Porém já seria tarde, e mesmo com Vladimir provando a presença de um assassino Ogro, queimando-o, Casemir ainda assim duelaria Rhubium.
Após alguns minutos de um combate feroz, Casemir decapitaria Rhubium e faria, através do termo do duelo, os ogros tomarem rumo para atravessarem o mar e irem para Karamja. Maior parte dos ogros iriam, porém alguns bandos muito pequenos permaneceriam nas selvas, tentando sobreviver da caça e pequenos saques.

Ao retornar para Ikov, Vladimir reuniria seus objetos e iria para Chernigov, aonde deixaria suas posses lá e iria para Misthalin "observar de perto" o conflito com Wushanko, enquanto Casemir permaneceria na região.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas
Fair King
Fair King
avatar

Mensagens : 2464
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 22
Localização : No Sul

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: O Sonho de uma Nação   Sex Jun 23, 2017 2:10 pm

Com praticamente todos os preparativos para a Segunda Cruzada prontas, o Rei Erik Adler iria para uma reunião com o Rei-Bruxo Ur'Keth em Tartarus, usando como método de viagem um portal aberto na cidade.

Na reunião o Rei Erik discutiria com o Rei-Bruxo e seu Conselho Negro sobre um acordo para facilitar a passagem para a Masmorra da Guerra dos Deuses.
No final da reunião, Erik retornaria para Ikov para continuar seus preparativos.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas
Fair King
Fair King
avatar

Mensagens : 2464
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 22
Localização : No Sul

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: O Sonho de uma Nação   Sab Jun 24, 2017 5:46 pm

Com a crescente movimentação dos Trolls nas montanhas e passagens na fronteira com Gestohlen, um enorme recrutamento por Ikovia seria levantado, 9.000 homens e mulheres seriam recrutados e enviados para a distante província, eles seriam todos recrutados para os Lansquenetes.
Também seria construídas dezenas de armas de cerco para a proteção de sua cidade.

Gastos:

60 Batalhões de Lansquenetes (Treinados) = 36.000g
60 Batalhões de Besteiros Lansquenetes (Treinados) = 36.000g
60 Batalhões de Lansquenetes (Veteranos) = 144.000g

Total do Recrutamento: -162.000g

40 Baterias de Feuerhagel = 320.000g
40 Canhões Zerstörer = 240.000g
20 Baterias de Sturm Flammen = 160.000g

Total da Construção: -576.000g



_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas
Fair King
Fair King
avatar

Mensagens : 2464
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 22
Localização : No Sul

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: O Sonho de uma Nação   Qua Jun 28, 2017 3:28 pm

A Grande Marcha - Cruzada dos Justos

Apesar das negociações com o Rei-Bruxo Ur'Keth, o Rei Erik não tomaria a rota Tartarus para a sua Cruzada, ao invés disso, negociaria de forma secreta com a Confederação Fremennik. Ikovia contrataria os guias mais experientes e aptos que teria no território Fremennik, e esses seriam fiéis seguidores da doutrina de V, que costumavam fazer caçadas para provar seu valor, em território Troll.

A Cruzada marcharia por muito pouco tempo e já seria detectada pelos Trolls, por mais cuidadosos que seriam os Cruzados, aparentemente a sorte estava do lado do inimigo. Eles seriam emboscados em uma determinada região, porém graças a sabedoria dos guias, eles usariam rotas secretas dos Anões para conseguir fugir da emboscada e avançar norte por mais alguns dias sem serem interrompidos.
A esse ponto, Ur'Keth teria avisado o General K'ril do avanço Ikoviano que começaria a tomar preparativos reunindo reforços. Enquanto a Cruzada marcharia norte, os outros generais também começariam a reunir reforços se preparando para os Cruzados.

Após saírem das cavernas e avançar por mais alguns dias, eles seriam emboscados novamente, porém desta vez não teria como evitar. Erik ordenaria que suas forças entrassem em formação, enquanto protegidos por Feitiços, eles avançariam em uma determinada localização dos Trolls que teriam os emboscado, Anika evocaria uma criatura poderosa para abrir espaço e conseguiria, permitindo que os Ikovianos conseguissem fugir. Enquanto isso acontecia na Cruzada, os Ikovianos em Gestohlen fingiriam um ataque as fortificações dos Trolls e Maikop faria um ataque conjunto, chamando atenção dos Trolls para suas fronteiras. Gestohlen causaria danos pesados as fortificações Trolls, enquanto em Maikop os Chernigovianos abririam uma passagem para passar Cossacos, ágeis e hábeis.

Esses Cossacos ajudariam mais tarde os Cruzados a conseguirem avançar sem problemas até a Masmorra, e lá usando emissários, conseguiriam abrir um portal para Ikovia. Enquanto O Ninho, a Fortaleza Aviansie, receberia reforços de Ikovia, os outros Generais formariam uma aliança para lidar com o poder crescente Armadyleano.

Gastos da Cruzada:

500.000 o Portal Fixo
200.000 os guias Profissionais

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas
Fair King
Fair King
avatar

Mensagens : 2464
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 22
Localização : No Sul

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: O Sonho de uma Nação   Qua Jun 28, 2017 6:03 pm

Bem instalados no Ninho, Erik teria uma reunião tentando se aliar com Zyliana, porém falharia miseravelmente.

Após a reunião Erik estabeleceria planos de guerra com os seus aliados, incluindo os Descrentes que teriam aparecido na Masmorra pouco tempo depois. Os descrentes se encarregariam de fazer operações de Guerrilha em volta da Fortaleza, enquanto Erik convocaria os Guardiões de Armadyl para servir na contra-espionagem.

Fora das Masmorras, Ikovia faria uma declaração pública que a Cruzada dos Justos teria ido para a Masmorra da Guerra dos Deuses para libertar os soldados lá de seu conflito eterno, porém teriam sido recebidos por uma aliança, por mais ridículo que pareça, dos Generais de Saradomin, Zamorak e Bandos e que eles se preparavam para atacar os Armadyleanos que até então, não teriam tomado nenhuma ação a não ser fortificar os Aviansies e tentar negociar paz entre os exércitos.
Ikovia faria o pedido a seus aliados para não participarem desse erro, principalmente por parte de Zyliana, que ameaçava um conflito armado escalado nas masmorras.


_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas
Fair King
Fair King
avatar

Mensagens : 2464
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 22
Localização : No Sul

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: O Sonho de uma Nação   Qua Jul 05, 2017 4:50 pm

O Grande Colapso - A Cruzada dos Justos


Com o aviso prévio por parte do oficial Tartosi sob ordem do Rei-Bruxo Ur'Keth de que Nex não estaria realmente presa, o Rei Erik Adler mudaria sua rota de ação completamente. Durante todo o período que Ikovia estaria na Masmorra, eles manteriam uma estratégia estranha para seus inimigos: Disparar aleatoriamente contra qualquer alvo inimigo, usando suas dezenas de armas de cerco.

O dia fatídico do Grande Colapso começaria com as portas da "Prisão" de Nex se abrindo e Anika Aldaron saindo da mesma a frente, usando suas magias para amplificar sua voz, ela ordenaria que todos se rendessem e entregassem suas partes da espada para ela, assim Nex pouparia a todos. Ninguém responderia, além dos Ikovianos, que responderiam com um disparo de canhão que acertaria as proximidades de Anika.
Enfurecida pela resposta, Anika que teria falhado na tentativa diplomática apenas olharia para Nex, que marcharia com suas forças pela passagem, começando sua marcha em direção de uma das Fortalezas mais distantes, a de Zamorak.

Enquanto o exército de Nex marcharia, uma força composta quase totalmente por soldados extremamente bem treinados e bem armados, fumaça seria vista da Fortaleza de Zamorak, então, contingentes de soldados humanos e demônios sairiam da fortaleza, engajando uma divisão de Cavaleiros Saradoministas que estariam próximos das fortificações Zamorakianas por questões estratégicas, imediatamente, quebrando a aliança e também, na fortaleza, queimando a maioria das armas de cerco Zamorakianas.
Os Saradoministas imediatamente responderiam com envio de algumas tropas para responder o ataque Zamorakiano, porém o grosso de seu exército permaneceria em sua Fortaleza. Os Descrentes que até então estariam fazendo operações de Guerrilha, seriam chamados para a Fortaleza, porém lá, a maior parte incluindo as lideradas por Katherine Habitch, se recusariam a seguir os planos de Erik, imediatamente indo engajar os Zarosianos pela retaguarda, enquanto as demais facções se reuniriam para também engajar os Zarosianos. Com parte do plano original Zarosiano, Simon começaria a "construção" de uma barreira anti-teleporte na superfície, abastecida pelo seu artefato jovem, para se tornar poderosa o suficiente para desfazer até portais e prevenir teleportes de grandes usuários de magia.

Quando chegaria o momento apontado, aproveitando que seus inimigos estariam ocupados lutando e teriam se acostumado com os disparos Ikovianos, seria ordenado que todas as armas de cerco começassem a disparar para cima, em direção do teto e pilares naturais da Masmorra, nas primeiras saraivadas, ela já começaria a ceder. Por ironia do destino, a barreira anti-teleporte de Simon acabaria ajudando os Ikovianos, por não deixar seus rivais se teleportarem durante os enormes desabamentos. Quando Katherina olharia em volta, notaria dispositivos de ilusão sendo desativados e mostrando que não teria quase nenhum Ikoviano ainda no Ninho, eles já teriam recuado a muito tempo, deixando apenas as armas de cerco, seus canhoneiros e pouco mais de 1.000 Cruzados, a esse ponto já seria tarde demais, o portal Ikoviano já estaria praticamente fechado e a Masmorra estaria desabando sobre todos.
Mairon que teria enviado reforços para os Zamorakianos e Bandosianos usaria suas sombras para tentar roubar os fragmentos da Espada Divina de ambos, porém conseguiria roubar apenas dos Bandosianos, porém falhando em manter isso em segredo.

As grandes figuras Zamorakianas presentes, como os Mahjarrats Zamorakianos e o General K'ril, conseguiriam fugir pelo plano das sombras. Nex conseguiria levar uma parte significativa de suas tropas para o plano das sombras também, junto de Anika, porém esta sofreria um atentado a sua vida, quase morrendo no processo. As restantes das forças, oficiais e qualquer outro que estivesse na masmorra, morreria quando a mesma desabasse, porém, não seria o dia para Katherina. A líder dos Feiticeiros encapuzada que teria se mantido oculta até então seria Leonna, que no momento que Kat estaria se preparando para sua morte, Leonna apareceria e conseguiria manter o portal por tempo suficiente para os descrentes na Fortaleza e Katherine conseguissem fugir, porém Leonna ficaria para trás, para sua morte certa.
A masmorra desabaria e matar centenas de milhares de soldados, criaturas e demônios, levando também artefatos, dois dos fragmentos da Espada Divina e indivíduos importantes como Zyliana e Graardor.

Fora da Masmorra, no dia seguinte ao evento, o Rei Erik Adler faria uma declaração pública na Praça do Grande Templo de Ikov. Ele declararia que durante a defesa da Fortaleza do Ninho, ele receberia informações de que antigas forças Zarosianas estariam se preparando para afundar a Masmorra sobre todos os exércitos presentes, então, por isso Erik recuaria seus exércitos de lá mas manteria forças para trás para proteger a retaguarda, essas forças, teriam aceitado essa missão de livre e bom grado. Também seria comunicado que os Ikovianos teriam tentado salvar os Saradoministas, porém Zyliana teria negado um acordo com os Ikovianos, preferindo tomar seu lado com os Zamorakianos e Bandosianos e lutar sua própria batalha suicida contra os Zarosianos, acreditando que seria possível impedir o desabamento da Masmorra, porém, ela já estaria desabando no momento. Junto a isso, Erik colocaria a público todas informações que teria juntado sobre a Ordem Esotérica, falando sobre o seu controle sobre o Reino de Misthalin, sobre a Torre dos Magos, de suas intervenções em grandes atentados e de, provavelmente, suas manipulações em relação a dominação Vampírica de Misthalin. Erik embelezaria colocando a culpa na Ordem Esotérica também de outros eventos, para aumentar os efeitos.

Em contra-partida, o Serviço Secreto Chernigoviano, liderado por Katherine, desmentiria as informações Ikovianas em relação a Masmorra, contando a "verdade". O Rei Erik não reagiria, deixando para as autoridades Ikovianas e da Ordem da Luz de Daelirn reagirem, mostrando provas e também testemunhas da batalha, que no caso Ikoviano, seriam muito superiores que a dos descrentes.

Baixas:

Zamorakianos:

Bandosianos:

Saradoministas:

Armadyleanos:

100 Canhões Zerstoger: 600.000g
100 Baterias de Feuerhagel: 800.000g
100 Baterias de Sturm Flammen: 800.000g
((Imediatamente re-postas, custando: -1.760.000g))
1.500 Cruzados

Zarosianos:

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas
Fair King
Fair King
avatar

Mensagens : 2464
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 22
Localização : No Sul

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: O Sonho de uma Nação   Qui Jul 06, 2017 3:49 pm

Com a situação da Grande Reconquista completamente resolvido, seria o momento para Kandarin cumprir sua parte no acordo.

Em uma tarde ensolarada em Ardonha, o Rei Alain-Auguste Carnillean declararia que, em recompensa pelas ações Ikovianas e pelo fato de que essas duas províncias que seriam mencionadas estariam distantes e com suas fronteiras quebradas, tornando-as de dificil defesa, como já mostrado na história pela invasão demoníaca a Aglarost que teria aniquilado os exércitos de Aglarost e Catherby, estas duas províncias seriam anexadas por Ikovia. Ikovia se comprometeria em manter as atuais casas como governantes das províncias, claro, estas mudando seus juramentos para manter isso. Também se comprometeria em apoiar Kandarin na defesa de seus territórios recentemente anexados, como também, manteria o acordo de que Ikovia nunca mais tentaria ou anexaria territórios Kandarinianos, independente dos eventos.

Na semana seguinte, os nobres e lordes de Catherby e Aglarost jurariam lealdade ao Rei Erik Adler no Castelo de Ikov. E como primeira ação do novo governo, Erik entregaria aos governantes das duas províncias o projeto de "Padrão Ikoviano". As duas províncias já teriam quase tudo que o Padrão Ikoviana exigiria, a não ser pelos esgotos e estradas avançadas.

Gastos:

Rede de Esgotos nível 5 (Catherby e Aglarost) = 248.000g
Estradas nível 7 (Catherby e Aglarost) = 762.000g

Total: 505.000g

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas
Fair King
Fair King
avatar

Mensagens : 2464
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 22
Localização : No Sul

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: O Sonho de uma Nação   Qui Jul 13, 2017 4:07 pm

Com a chegada da carta da ex-Czarina Nadja a Corte Ikoviana, alguns dias após a morte da mesma, Erik se veria furioso pela situação. Ele imediatamente faria uma convocação pública do Arqui-Necromante Simon Mercer para a Corte Ikoviana, se ele fosse realmente o homem com honra em sua palavra como diziam as histórias, para responder essas acusações.

Simon compareceria a Corte de Ikovia em pouco tempo e iria para o julgamento Ikoviano sozinho, respondendo a todas as acusações e revelando mais no processo.
Ele diria que a Czarina Nadja vinha estranha nos últimos anos, que ele teria a presenteado no dia de sua morte com um artefato que ele teria comprado e ela não teria reagido como costumava reagir. Ele alegaria que existem formas muito melhores para ele assassinar alguém do que com um veneno que deixaria um rastro, principalmente logo após eles terem se reunido. Ele alegaria também que Nadja era uma mulher forte e que não demonstraria medo e desespero como demonstrou naquela carta, e que provavelmente ela realmente estaria sobre controle mental, mas não dele e sim do único com interesse em tamanho caos, e esse seria Refinatas.
Inicialmente Erik duvidaria das respostas de Simon, porém, ele prosseguiria: Ele questionaria Erik se não era suspeito o assassinato de Nadja logo após a morte de Leonna Adler, como se alguém estivesse tentando criar intriga e ainda mais dor no Rei Ikoviano, que atualmente, poderia ser o maior rival de Refinatas. Ele também diria que não faria sentido o assassinato por outras questões, já que Nadja teria sido colocada em sua posição por ele e Simon nunca mais teria interferido diretamente em politica Chernigoviana por confiar nas decisões de sua ex-esposa.

Após responder as acusações e ter convencido grande parte do jure Ikoviano, Simon faria as revelações que teriam mencionado que faria no inicio: Ele diria que os eventos dos atentados em Asgarnia por parte dele não teria sido realmente suas ações, ele revelaria que teria sofrido um ataque de Refinatas em sua Torre e teria sofrido controle mental, ele mencionaria que o ex-Ceifador seria muito poderoso até para ele, arrogantemente dizendo que seria o maior guerreiro e mago da atualidade. Para provar isso, ele teria trazido alguns dos Cavaleiros da Morte que trariam consigo alguns livros, estes, sendo livros escritos por lealistas Chernigovianos sobre a vida do Volvh Berislav. Os livros mostrariam que Berislav nunca teria agido de forma tão exagerada e extremista, sendo que na fundação da Voivodina ele teria adotado refugiados Saradoministas em seu território. O final disso seria comprovado com o relato de Refinatas ter aparecido nos céus da Torre Negra e os Necromantes lá terem falhado em bloquear a magia que este teria disparado em Simon, ele diria que teria sido essa magia que teria o forçado a falar em público que ele estaria se aliando com o Icyene.
Muitos na corte não acreditariam na história de Simon, mas Erik se provaria convencido quase imediatamente. Após o julgamento, ele declararia que Simon seria inocente de sua acusações e enviaria um membro de sua família para Asgarnia e Chernigov para resolver o mau entendido. Ele faria a declaração pública na frente do Grande Templo de Ikov que Refinatas teria agido novamente contra a paz e liberdade dos Povos Livres, assassinando a Czarina Nadja Habitch e seria ele por trás dos atentados em Faladore e não Simon Mercer, ele faria as declarações sobre isso em seguida para explicar a situação.


_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas
Fair King
Fair King
avatar

Mensagens : 2464
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 22
Localização : No Sul

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: O Sonho de uma Nação   Ter Jul 18, 2017 12:23 pm

Com a ameaça crescente de novos inimigos a Ikovia, o Conselho Real decidiria criar um padrão defensivo para todas suas províncias, começando imediatamente com a fortificação das muralhas pelo uso de armas de cerco.

Gastos:

30 Canhões Zerstöger = 150.000g
20 Baterias de Feuerhagel = 160.000g
10 Baterias de Sturm Flammen = 80.000g

2 províncias não pegam armas

Total: -4.680.000g

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas
Fair King
Fair King
avatar

Mensagens : 2464
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 22
Localização : No Sul

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: O Sonho de uma Nação   Qua Jul 19, 2017 9:08 am

O Cerco a Gestohlen - A Ascensão dos Dragovianos

Já fazem mais de uma semana que os Trolls da Horda Negra desceram as montanhas e levantaram cerco a Gestohlen, eles tentam nos intimidar queimando as aldeias e gritando durante as madrugadas, porém nós sabemos o motivo deles fazerem isso, estão furiosos por estarmos preparados para eles e não termos sido pegos de surpresa. Graças as operações de batedores nas fronteiras, o Marquês Drogomir conseguiu recuar os civis e seus mantimentos para Gestohlen, imediatamente fortificando a Cidade-Murada e esperando pelos Trolls atacarem.
As criaturas nos observam, constroem suas armas de cerco e festejam, porém, isso não durará muito tempo. Os mantimentos dos Trolls estão se esvaindo e, os nossos, são infinitos graças ao portal na Praça Central. Uma semana durou o cerco e então, eles avançaram com suas armas de cerco para bombardear a cidade, o que eles não esperavam, era nossa superioridade também na artilharia, vencemos eles sem sofrermos baixas, Armadyl seja louvado!

O Tenente Roberth Chevalier construiu o nosso plano de defesa, e muitos, achavam que ele era completamente maluco, talvez seus cérebro tivesse sido fritado pelo fogo de seu filhote dragão que passa o tempo inteiro ao seu lado. Porém enquanto os inimigos avançavam e fogo dos muros e do ataque eram trocados, os inimigos avançaram pelos portões abertos da cidade, em direção da rua principal que levaria ao centro da cidade, seria sua única rota, pois as outras estariam bloqueadas. Quando os inimigos se concentravam no centro dessa rua, engajados pelos Lansquenetes na passagem, nossas Baterias Feuerhagel seriam reveladas no teto das casas, disparando contra os Trolls e transformando-os em pasta em menos de algumas horas. Enquanto os inimigos eram aniquilados pela estratégia ousada do Tenente Roberth, o Marquês mataria sozinho o gigantesco Chefe-Guerreiro Troll que estaria tentando derrubar os muros, amaldiçoada sejam os machados daquele homem e abençoado seja ele ser nosso Lorde!

Houveram baixas do lado Ikoviano, porém elas foram muito pequenas perto do gigantesco exército que destruímos naquele dia. A semana seguinte seria de festejos, o Marquês abriria seu estoque pessoal de cervejas, que convenhamos, é provavelmente maior que o da Capital, e bebemos até não lembrarmos dos nossos compatriotas mortos.

Relato do Sargento Godfrey Longstaufen da Guarda Lansquenete

Relatório de Baixas:

11.000 Trolls de 13.500 morreram
80 Armas de Cerco Bandosianas foram destruídas
Morte de um dos Três Chefes Guerreiros do Pedra Preta
1.100 Ikovianos de 13.100 morreram



Roberth Chevalier ao retornar para a Corte de Ikov, junto da Tenente Gertrude Norden, seriam ambos promovidos e receberiam uma série de honrarias. Roberth ganharia o titulo não antes usado em sua ordem, o de Comandante da Guarda, agora sendo o oficial supremo dos Lansquenetes e designado para servir aonde a sua defesa seja mais necessária, Gertrude seria promovida a Capitã-Real, essa posição seria por servir diretamente apenas ao Rei e ao Comandante da Guarda.

Com a situação de Gestohlen resolvida, Roberth e Gertrude reuniriam grande parte da força Lansquenete em Gestohlen e partiriam para Brimhaven, para começarem o planejamento da defesa de Grenzen.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas
Fair King
Fair King
avatar

Mensagens : 2464
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 22
Localização : No Sul

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: O Sonho de uma Nação   Qui Jul 20, 2017 12:32 pm

Com os tempos de razoável paz no Sacro Reino, o Conselho Real decidiria continuar com os projetos civis, religiosos e científicos.

Com a anexação de duas novas províncias e a abertura da Academia das Ciências Humanas Ikoviana em Catherby, o Conselho Real com pedido dos Diretores das Academias, melhoraria a estrutura das mesmas, contratando mais professores, aumentando as Academias e melhorando seus materiais e fontes de ensino.
Junto com o aprimoramento das Academias, seria também criado um projeto para padronizar a saúde e a influência Armadyleana no Reino inteiro, sendo construído Templos, Mosteiros, Abadias e Hospitais em todas as suas províncias.

Gastos:

Academias nível 5 -> 8 (3) = 1.680.000

Templos (14) = 2.800.000g
Hospitais (10) = 1.400.000g
Mosteiros/Abadias (11) = 2.200.000g

Total: 3.200.000g (-50%)

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas
Fair King
Fair King
avatar

Mensagens : 2464
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 22
Localização : No Sul

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: O Sonho de uma Nação   Sab Jul 29, 2017 7:40 pm

Com as constantes guerras em Ikovia, algumas regiões teriam problemas de satisfação pública graças aos constantes recrutamentos e exigências de Ikovia para o apoio aos conflitos. Pensando em resolver isso, seriam feitos grandes movimentos públicos patrióticos, como também, festivais religiosos.

100 de satisfação de Kuste = 50k (Para Gestohlen)
110 de satisfação de Uzer = 60k (Para Catherby)
60 de satisfação de Crandor = 30k (Para Festungen)

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas
Fair King
Fair King
avatar

Mensagens : 2464
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 22
Localização : No Sul

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: O Sonho de uma Nação   Ter Ago 01, 2017 9:02 pm

Finalmente podendo cumprir a sua promessa para com Ekhaya, o Rei Erik Adler já teria ordenado o reposicionamento das forças principais dos Lansquenetes em Grenzen, enquanto moveria a Vanguarda para Küste, liderada pelo seu filho Casemir Adler e faria uma convocação das forças Aviansies.

As forças das Cidadelas Aviansies partiriam para Korridor, com a intenção de estabelecer no estreito um centro de comando Aviansie para sua operação contra Cairn, porém primeiro, a Horda Selvagem.

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas
Fair King
Fair King
avatar

Mensagens : 2464
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 22
Localização : No Sul

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: O Sonho de uma Nação   Seg Ago 07, 2017 6:48 pm

Em reação as fendas em Uzer e Ikov, o Sacro Reino de Ikovia começaria imediatamente os preparativos para a convocação dos soldados provinciais. O Comandante da Guarda Lansquenete, Roberth Chevalier, seria comunicado que a Capital e a Marca do Leste estariam em ameaça direta, porém ele ainda estaria sob ordens de proteger as colônias, em qualquer caso, Erik defenderia pessoalmente a Capital.

Os Adler teriam um longo conhecimento em como se proteger de demônios, sua origem e quase fim foi em torno de demônios e criaturas similares, e com isso em mente, eles se preparariam. Emissários Ikovianos seriam enviados para todas as facções e comunidades maiores de Zamorakianos, questionando aonde estaria a lealdade deles, e para a surpresa de Erik, poucos deles retornariam.


_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas
Fair King
Fair King
avatar

Mensagens : 2464
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 22
Localização : No Sul

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: O Sonho de uma Nação   Qua Ago 09, 2017 6:44 am

A paz em Ikovia teria lucrado grandes avanços científicos a mesma em diversas áreas.

Civil:

14. Obras de Luxo = 800
15. Embaixadores ou Comerciantes? = 800
16. Liga Diplomática = 800
17. Liderança Local = 800

Militar:

14. Defesas Avançadas = 800
15. Renome e Experiência (Nível 5) = 500
16. Treinamento Especial = 800
17. Táticas de Cerco = 800

Cientificas:

14. Maquinários = 800
15. Estudos Exatos = 800
16. Estudos Militares = 800
17. Estudos Teológicos = 800
18. Prensa e Jornais (Nível 1) = 100

Religiosas:

14. Escolas Monásticas = 800
15. Direito Divino = 800
16. Guerra Filosófica (Nível 4) = 400
17. Soldados Sagrados (Nível 5) = 500
18. Líderes Abençoados = 800

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas
Fair King
Fair King
avatar

Mensagens : 2464
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 22
Localização : No Sul

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: O Sonho de uma Nação   Sex Ago 11, 2017 9:16 am

A segurança de Ikovia se tornaria prioridade na última decisão do Conselho Real de Ikovia, como também, o estabelecimento de padrões de fortificações em todas suas províncias e a fortificação da capital.

As recém desenvolvidas maravilhas da arquitetura Ikoviana, os Grandes Faróis Ikovianos, seriam construídos por toda Ikovia.

Gastos:

Ikov:

Castelo nível 6 -> 10 = 9.600.000g
Muralha nível 4 -> 8 = 2.400.000g
Torres Nível 4 -> 8 = 1.200.000g

Pico da Águia

Castelo nível 5 -> 6 = 320.000g
Muralha nível 5 -> 6 = 320.000g
Torres nível 5 -> 6 = 160.000g

Küste

Castelo nível 5 -> 6 = 320.000g
Muralha nível 5 -> 6 = 320.000g
Torres nível 5 -> 6 = 160.000g

Korridor

Castelo nível 4 -> 6 = 480.000g
Muralha nível 4 -> 6 = 480.000g
Torres nível 4 -> 6 = 240.000g

Grenzen

Castelo nível 4 -> 6 = 480.000g
Muralha nível 4 -> 6 = 480.000g
Torres nível 4 -> 6 = 240.000g

Hemenster

Castelo nível 5 -> 6 = 320.000g
Muralha nível 4 -> 6 = 480.000g
Torres nível 4 -> 6 = 240.000g

Uzer

Castelo nível 4 -> 6 = 480.000g
Muralha nível 4 -> 6 = 480.000g
Torres nível 4 -> 6 = 240.000g

Crandor

Castelo nível 3 -> 6 = 520.000g
Muralha nível 3 -> 6 = 520.000g
Torres nível 3 -> 6 = 280.000g

Nordisch

Castelo nível 4 -> 6 = 480.000g
Muralha nível 4 -> 6 = 480.000g
Torres nível 4 -> 6 = 240.000g

Brimhaven

Castelo nível 5 -> 6 = 320.000g
Muralha nível 4 -> 6 = 480.000g
Torres nível 4 -> 6 = 240.000g
Área de Caça 0 -> 6 = 63.000g
Bosque 0 -> 6 = 94.500g

Festungen

Castelo nível 5 -> 6 = 320.000g
Muralha nível 4 -> 6 = 480.000g
Torres nível 4 -> 6 = 240.000g

Gestohlen

Castelo nível 5 -> 6 = 320.000g
Muralha nível 5 -> 6 = 320.000g
Torres nível 5 -> 6 = 160.000g

Seher

Muralha nível 5 -> 6 = 320.000g
Torres nível 5 -> 6 = 160.000g

Catherby

Castelo nível 5 -> 6 = 320.000g

Aglarost

Castelo nível 5 -> 6 = 320.000g
Muralha nível 5 -> 6 = 320.000g

Em todas provincias

Grande Farol Ikoviano = 750.000g (11.250.000g)

Total: 18.843.750g (-50%)





_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas
Fair King
Fair King
avatar

Mensagens : 2464
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 22
Localização : No Sul

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: O Sonho de uma Nação   Dom Ago 13, 2017 9:31 am

Com o constante crescimento populacional e industrial de Ikovia, seria necessário urgentemente expandir seus centros urbanos, como também, a produção de armamentos.

Expansão das Cidades:

Ikov = 500.000g (Para Enorme)
Pico da Águia = 450.000g (Para Grande)
Küste = 22.500g (Para Grande)
Korridor = 20.440g (Para Grande)
Grenzen = 13.280g (Para Grande)
Crandor = 700.000g (Média e para Grande)
Nordisch = 400.000g (Para Grande)
Brimhaven = 1.020.000g (Para Grande)
Festungen = 792.000 (Para Grande)
Gestohlen = 1.176.000g (Média e para Grande)
Seher = 2.702.850g (Para Enorme)
Catherby = 661.920g (Para Grande)

Total: 8.458.990g

Construções:

Pico da Águia

Tecelaria nível 6 = 94.500g

Korridor

Casa de Arco e Flecha nível 6 = 126.000g

Hemenster

Casa de Ferreiros nível 6 = 189.000g

Brimhaven

Casa de Ferreiros nível 6 = 189.000g
Casa de Arco e Flecha nível 6 = 126.000g

Catherby

Casa de Arco e Flecha nível 6 = 126.000g

Total: 425.250g (-50)

Total de tudo: 8.884.240g

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Lucas
Fair King
Fair King
avatar

Mensagens : 2464
Data de inscrição : 15/09/2015
Idade : 22
Localização : No Sul

Ficha do personagem
Pontos Infracionários:
0/100  (0/100)

MensagemAssunto: Re: O Sonho de uma Nação   Ter Ago 22, 2017 8:49 am

Com os piratas se unificando em nome de um único líder, o Conselho Real de Ikovia notaria que eles agora seriam uma grande ameaça, principalmente por maior parte das baixas dos piratas ter vindo de ações Ikovianas. Através de um projeto grandioso, a Grande Armada de Armadyl receberia 140 novos navios, com marinheiros para os mesmos, divididos entre Brimhaven, Uzer e Festungen.

Gastos:

110bts Marinheiros (Treinados) = 66.000g
20bts Marinheiros (Veteranos) = 48.000g

Total: -85.500g

Festungen:

20 Galeões = 600.000g
40 Caravelas = 600.000g

Brimhaven:

10 Navios de Linha = 1.000.000g
20 Galeões = 600.000g
30 Caravelas = 450.000g

Uzer:

10 Navios de Linha = 1.000.000g

Total: -2.975.000g

_________________
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: O Sonho de uma Nação   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
O Sonho de uma Nação
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 7 de 8Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Oneirocinese
» lindo sonho
» Capítulo 3 - O Internato - O Sequestro
» O Sonho de uma Nação

Permissão deste fórum:Você pode responder aos tópicos neste fórum
Reinos de Guilenor :: Saga 1 - Guilenor :: Interpretações-
Novo Tópico   Responder ao tópicoIr para: